DADOS

“Vazamentos no Pix não são tão relevantes”

11/02/2022 17:43

A afirmação é de Roberto Neto, presidente do Banco Central.

Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, afirmou nesta sexta-feira, 11, que os vazamentos no Pix “não são tão relevantes” porque não incluem dados sensíveis.

Segundo o site Valor Econômico, Campos Neto justificou que as informações expostas no sistema também constam em outros instrumentos, como cheques e cartões. 

Apesar disso, o presidente ressaltou que a autarquia busca comunicar todas as ocorrências. "Comunicamos 100% dos vazamentos no Pix, mesmo os menores", disse o executivo em um evento.

Nos últimos meses, uma série de exposições de dados de chaves Pix foram comunicadas pelo BC.

A primeira aconteceu em agosto de 2021 no Banese, banco do Sergipe, com 395 mil chaves vazadas.

A segunda e a terceira ocorreram em janeiro deste ano. Primeiro, mais de 160 mil chaves da Acesso Soluções de Pagamento, banco digital de origem paulistana, foram expostas.

Dias depois, foi a vez da LogBank Soluções em Pagamentos, fintech comprada pela Stefanini em 2020, ter um vazamento de dados envolvendo mais de 2 mil chaves.

Veja também

SEGURANÇA
LogBank: vazam mais de 2 mil chaves Pix

A fintech foi comprada pelo Grupo Stefanini em 2020 e faz parte da Orbitall.

SEGURANÇA
Acesso vaza mais de 160 mil chaves Pix

Incidente foi comunicado pelo Banco Central nesta sexta-feira, 21.

UPGRADE
Golpistas já mandam boleto falso com Pix

Um golpe clássico já está atualizado para as últimas tendências em pagamentos, revela Kaspersky.

ATAQUE
Vazam 395 mil chaves PIX

Dados foram obtidos por meio de ataque ao Banese, banco estatal do Sergipe.

VIDA
99Pay: dinheiro entra, mas nunca mais sai

Cliente enfrenta um labirinto de situações paradoxais com a carteira digital.

COLHEITA
Prodap fatura R$ 130 milhões, alta de 51%

A consultoria agropecuária apostou em softwares de gestão e está colhendo os resultados.