CORRIDA PELAS FINTECHS

Via Varejo adquire controle do banQi

12/02/2020 09:00

Empresa utilizava os serviços da startup de meios de pagamento desde o ano passado.

O banQi é uma evolução da parceria fechada em 2018 entre a Via Varejo e a Airfox. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Via Varejo, controladora das varejistas Casas Bahia e Ponto Frio, anunciou a compra de 80% das ações da americana Airfox, empresa de meios de pagamento detentora do banco digital banQi. O valor da transação não foi informado.

Segundo o site Giro News, o Conselho de Administração da companhia também aprovou a aquisição de participação adicional das ações do banQi, que, caso seja consumada, permitirá a compra de até 100% da sociedade.

O banQi é uma evolução da parceria fechada em 2018 entre a Via Varejo e a Airfox, fundada há três anos por Victor Santos e pela coreana Sara Choi — dois ex-funcionários do Google na Califórnia. 

A varejista já usava o banco digital desde o junho do ano passado dentro de algumas lojas Casas Bahia, que atuam como pontos de atendimento para os clientes do aplicativo.

Como o app oferece a opção de realizar a assinatura eletrônica de crediário, a proposta da companhia é de que o serviço atue como ferramenta de inclusão no sistema bancário para os clientes que atualmente fazem compras no carnê de papel. 

De acordo com o site Computerworld, a sede do banQi deve continuar em Boston, nos Estados Unidos, e novos serviços digitais deverão ser desenvolvidos em conjunto.

Com a aquisição completa, a integração entre os sistemas da varejista com o software do app deverá ser aprofundada. 

As grandes empresas parecem estar em uma corrida para comprar fintechs nos últimos tempos.

Em janeiro, a Visa anunciou a assinatura de um acordo de US$ 5,3 bilhões para adquirir a Plaid, uma startup que conecta aplicativos de pagamentos às contas bancárias dos usuários.

No mesmo mês, a Linx comprou a PinPag, uma empresa de parcelamento de serviços, em um negócio que pode chegar a R$ 200 milhões.

A Valid, multinacional brasileira de identificação segura, adquiriu 51% na participação da BluPay, fintech especializada em transações financeiras baseada em tecnologia blockchain, em dezembro de 2019. A transação pode chegar a R$ 25,8 milhões.

Já a Totvs comprou a Supplier, uma empresa especializada em intermediação de operações de crédito entre clientes e fornecedores, por R$ 455,2 milhões.

Também em 2019, o Grupo Carrefour Brasil comprou 49% da fintech Ewally, empresa especializada em serviços financeiros digitais voltada para a população que não tem acesso ao sistema financeiro. 

A Via Varejo está presente em mais de 400 municípios brasileiros, 20 estados e no Distrito Federal, com cerca de mil lojas e aproximadamente 45 mil colaboradores. 

Com sede administrativa em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, a receita bruta da companhia alcançou a marca de R$ 30,5 bilhões em 2018.

Veja também

CONTRATAÇÃO
Ex-Via Varejo lidera RH da Totvs

Izabel Branco assumirá o cargo no dia 12 de agosto de 2019.

CARREIRA
Ex-Movile assumirá área digital da Via Varejo

Helisson Lemos será o Chief Digital Officer do grupo de varejo e e-commerce.

MAIS UM
Via Varejo também tem uma fintech

Meta da empresa é chegar nos números de uma Nubank com rapidez.

LOJAS
Via Varejo gere terminais com SUSE Manager

A SSYS, parceria da SUSE no Brasil, foi a responsável pelo projeto.

MAIS UMA
Linx compra Neemo, dona do Delivery App

Aquisição é mais um passo para reforçar a estratégia de cross selling da empresa. 

FINTECH
Linx adquire PinPag

Transação pode chegar a R$ 200 milhões até 2022.

FINTECH
TradeMachine recebe aporte de R$ 2,2 milhões

Com investimento da Energhias, startup pretende triplicar operação.

EDUCAÇÃO
Ironhack tem novo gerente geral

Alexandre Tibechrani substitui Tiago Mesquita, que foi para a Creditas.

SEGURANÇA
Petrobras contrata Marcia Tosta

Ex-Boticário agora é assessora da presidência para assuntos de cibersegurança.

RESULTADOS
ISH fatura R$ 175 milhões, alta de 41%

Em 2020, empresa vai investir pesado no projeto de expansão.