Aplicativo ajuda Gerdau a separar a sucata. Foto: Pixabay.

A Gerdau desenvolveu um aplicativo mobile para o processo de compra de matérias-primas com tecnologia de machine learning da SAP por meio da plataforma de desenvolvimento de aplicações GeneXus. 

O projeto foi desenvolvido pela unidade da siderúrgica no Uruguai e conta com recursos de inteligência artificial da plataforma da SAP.

A solução é voltada para o recebimento de sucata na planta da empresa, que segue para a fundição e é transformada em aço.

O aplicativo, a partir de uma foto da carga de suprimento feita com um smartphone, calcula a composição dos materiais presentes no caminhão e define o seu valor. Antes, estes critérios eram decididos apenas pelo conhecimento humano.

Para o treinamento do algoritmo de machine learning foram utilizada milhares de fotos feitas pela empresa anteriormente com o valor pago para cada conjunto de materiais.

"O colaborador fazia a avaliação conforme o conhecimento pessoal a quantidade de metais pesados, descartáveis e matéria-prima que o carregamento possuía. Agora, o aplicativo define a composição. É uma maneira objetiva de cálculo que minimiza erros e evita possíveis fraudes", afirma Eugenio Garcia, gerente responsável pelo produto GeneXus for SAP Systems.

O aplicativo utiliza o recurso de reconhecimento de imagem da plataforma SAP Leonardo, plataforma de tecnologias emergentes lançada pela multinacional alemã em 2017. O sistema reúne recursos de machine learning, blockchain, IoT, big data, analytics e data intelligence.

O projeto da Gerdau contou com a nova extensão do GeneXus que busca simplificar a criação de aplicações SAP Machine Learning. Ela gera aplicações nativas e web a partir dos dados corporativos do sistema SAP Leonardo. 

"Com essa integração, o desenvolvedor pode se concentrar em inovações e soluções ao invés de focar em variações de programações", pontua Ricardo Recchi, country manager da GeneXus Brasil.

Sediada no Uruguai, a GeneXus é uma multinacional de soluções para desenvolvimento de software.

Desde 2016, a empresa vem investindo em agregar funcionalidades para desenvolvimento para o mundo SAP.

*Júlia Merker cobre o SAP Fórum, em São Paulo, a convite da SAP.