DICAS

Brasscom lança currículos de referência

13/07/2022 11:10

Maior entidade da área de TI diz o que quer das instituições de ensino.

Sergio Paulo Gallindo. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Brasscom, entidade que reúne as maiores empresas de tecnologia do país, desenvolveu currículos de referência para o ensino superior.

Na prática, a Brasscom está dando uma orientação sobre alterações que acredita serem pertinentes na grade curricular dos cursos superiores da área, visando aumentar a aderência dos formados à demanda das suas associadas.

Ao todo, dez currículos já estão lançados. Nove currículos são de referência para os cursos superiores em grau tecnólogo, e um para o desenvolvimento de habilidades socioemocionais.

A CESAR School, o braço educacional do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (CESAR), um dos principais centros de pesquisa e inovação no país, foi contratado pela Brasscom para desenvolver as propostas.

“A Brasscom analisou o ensino superior em tecnologia e um dos achados foi a necessidade de elevação da qualidade dos cursos”, justifica Sergio Paulo Gallindo, presidente executivo da entidade. “Isso permitiria elevar também a aderência dos estudantes, evitando a evasão e, consequentemente, ampliando a oferta de profissionais”, acrescenta Gallindo.

A entidade não aponta o dedo para ninguém em particular. 

“Em diversos cursos, ficou claro que não houve atualização das grades, ainda que a tecnologia tenha avançado de forma significativa nos últimos anos”, afirma a diretora executiva da Brasscom, Mariana Rolim. 

Em Tecnologia da Informação, são propostos currículos para Big Data e Introdução à Ciência de Dados; Inteligência Artificial; Nuvem; e Segurança da Informação. Para Tecnologia da Comunicação, há currículos de Defesa Cibernética; Internet das Coisas; e Roteamento e Gerenciamento de Redes. Sistema de Serviço Móvel e Sistemas de Transmissão são os dois currículos na área de Telecom.

Em breve, a Brasscom lançará também Itinerários Formativos de Tecnologia voltados ao Ensino Médio. Com eles, o propósito é estimular o interesse e o engajamento dos jovens na formação introdutória na área de TIC.

As recomendações da Brasscom tem peso. A entidade reúne 90 empresas, em diferentes níveis de associação.

Entre os fundadores estão os pesos pesados da TI brasileira, como Totvs, BRQ e Tivit, além de multinacionais com presença forte no país como Capgemini, IBM e Accenture. No segundo tier, vem nomes como Embratel, Sonda, Cisco e Huawei. 

Veja também

IGUAL
Continuidade na Brasscom

Maior entidade da área de TI decide manter todo o conselho de administração.

FUTURO
Cosentino: Brasil precisa de um plano

Fundador da Totvs fala sobre sua decisão de apoiar Simone Tebet.

MULTIDÃO
Brasscom quer formar devs web em massa

Meta é atingir nada menos do que 156 mil alunos. Projeto está na fase inicial.

TRABALHO
TST decide contra pejotização

Decisão sobre funcionário da Rede TV pode ter grande impacto futuro no setor de TI.

TENDÊNCIA
Blue: mais uma edtech no modelo ISA

Traduzindo: faça um curso de programação e pague quando estiver empregado.

REPRESENTANTES
Tecnologia ganha mais voz em Brasília

Entidades do segmento entraram em um comitê do Ministério de Ciência e Tecnologia.