FINTECHS

Visa compra Plaid por US$ 5,3 bilhões

14/01/2020 14:39

Valor da aquisição é o dobro da última avaliação da startup.

Startup conecta aplicativos de pagamentos às contas bancárias dos usuários. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Visa anunciou a assinatura de um acordo de US$ 5,3 bilhões para adquirir a Plaid, uma startup que conecta aplicativos de pagamentos às contas bancárias dos usuários.

A compra deve ser concluída nos próximos três a seis meses, conforme a aprovação regulatória, com US$ 4,9 bilhões em dinheiro e US$ 400 milhões em ações. 

O valor é duas vezes maior do que o de um ano atrás, quando a Plaid recebeu um aporte de US$ 250 milhões em rodada liderada por Index e Kleiner, que avaliaram a startup em US$ 2,65 bilhões.

De acordo com o site TechCrunch, Mastercard e Visa teriam participado silenciosamente da rodada.

A Plaid também teria dobrado seu número de clientes em 2019, chegando a 2,6 mil, segundo a Forbes, além expandir os negócios para fora dos Estados Unidos, entrando no Reino Unido, Espanha, França e Irlanda.

Para a Forbes, a aquisição tem motivos que passam longe do potencial de receita da startup, que  ficou entre US$ 100 e US$ 200 milhões em 2019.

A gigante dos cartões estaria interessada na base de clientes da Plaid, à qual pode vender serviços de pagamento adicionais. A startup trabalha com as maiores fintechs dos Estados Unidos, incluindo Venmo, Square Cash, Chime, Bolotas, Robinhood e Coinbase.

Em contrapartida, a Visa, que possui milhões de clientes em 200 países, quer tornar a Plaid global.

"A Visa tem a confiança de bilhões de consumidores, empresas e instituições financeiras como parte essencial do ecossistema financeiro. Juntas, a Visa e a Plaid podem apoiar o rápido crescimento dos serviços financeiros digitais", ressalta Zach Perret, CEO e co-fundador da Plaid.

Após a venda, Perret deve permanecer na posição de CEO da Plaid.

“A aquisição, combinada com nossos esforços em fintechs já em andamento, posiciona a Visa para agregar ainda mais valor aos desenvolvedores, instituições financeiras e consumidores”, afirma Al Kelly, CEO e chairman da Visa.

Para a empresa, aquisição colocará a Visa no epicentro do mundo das fintech, expandindo o mercado e acelerando a trajetória de crescimento de receita a longo prazo.

Fundada em 2013, a Plaid conecta mais de 2,6 mil aplicativos de fintechs a mais de 11 mil instituições financeiras nos Estados Unidos, Canadá e Europa.

Segundo a startup sediada em São Francisco, um em cada quatro americanos com conta bancária já usou o seu serviço.

Há dois anos, a empresa comprou a Quovo para entrar em serviços e investimentos financeiros mais amplos.

Em 2019, 75% dos consumidores com acesso à internet no mundo usaram aplicativos de alguma fintech para iniciar movimentações financeiras.

Veja também

STARTUP
Pipefy tem novo VP de vendas

Murilo Costa tem mais de 20 anos de experiência.

LABORATÓRIO
Gross aposta em backup com Veeam

Negócio para garantir a segurança da informação foi com a DL Master.

MEDIDAS
Dataprev fecha unidades e corta equipe

Medida fecha 20 filiais e deve demitir 493 funcionários, 15% do quadro total.

CES
Hyundai é a mais nova parceira da Uber Elevate

Hyundai embarcou na onda dos carros voadores. Mas ainda é um sonho distante.

AVIAÇÃO
Embraer avança em motores elétricos

Gigante de aviação começou testes com motores da WEG. 

CARREIRA
Rodrigues, ex-Agibank, está na Calcard

Executivo é CFO, mas tem passagem por posições de TI.

SALTO
Keiretsu quer comprar startups de SaaS a rodo

Idéia é seguir os passos da Constellation Software, com um capital inicial de R$ 100 milhões.

FORMAÇÃO
Oracle: cursos de TI por R$ 99

Programa oferecerá cursos de 450 horas, com possibilidade de trabalhar na Gerdau.

EDUCAÇÃO
SISPRO impacta comunidade promovendo inovação com Idea Lab School

Cerca de 100 alunos e professores da EMEF Arthur Pereira de Vargas participaram do evento.