Marcelo Obino e Guilherme Balsini.

Marcelo Obino, ex-head para manufatura da Wipro para Brasil e Argentina, acaba e assumir o comando da Betha, empresa de Criciúma que está entre as maiores fornecedoras de software para gestão pública no país.

Obino estava na Wipro desde 2013. Antes, foi gerente geral para governo da SAP, diretor de operações da Meta IT e diretor de vendas da GVT, sempre com atuação voltada para a região Sul.

“Nosso foco será a expansão da estrutura comercial em âmbito nacional, em regiões de maior potencial, consolidando nossas soluções na plataforma cloud”, explica Obino.

Com a contratação de Obino, Guilherme Balsini, presidente da Betha nos últimos 14 anos, se junta no conselho de administração com Oscar Balsini e o sócio fundador César Smielevski. 

O conselho também foi reforçado com dois nomes de peso vindos de fora da organização.

Um é André Papaleo, executivo conhecido pelas suas passagens pela Oracle e o comando da Infor e hoje VP de vendas da Neoway, companhia catarinense de big data.

O outro é André Echeverria, outro profissional experiente, com passagens por cargos de diretoria na Sun, CA e Microsoft.

A Betha Sistemas tem 33 anos de mercado e está presente em todo o país por meio de sete filiais e 20 revendas. 

A empresa fechou 2017 com um faturamento de R$ 85 milhões, uma alta de 18% frente aos resultados de 2016.

A Betha tem um portfólio de 40 soluções, voltadas principalmente para prefeituras, câmaras de vereadores e outros órgãos de administração municipal.