Suzan Barreto, nova diretora de negócios da GFT. Foto: divulgação.

A GFT, multinacional alemã de desenvolvimento de software, anunciou a contratação  de Suzan Barreto como nova diretora de negócios da empresa no Brasil.

Com mais de 23 anos de experiência, a executiva trabalhou por 16 no Banco Santander como responsável por CRM, analytics e BI, tendo também a missão de implementar o big data e a inteligência artificial na instituição.

Em 2019, Barreto atuou como superintendente de tecnologia e foi responsável pelo desenvolvimento de projetos de antifraudes e cibersegurança na instituição financeira.

"Durante os últimos 16 anos, estive do outro lado do balcão. Eu era a contratante e agora posso agregar essa visão de cliente à GFT. Chego com o propósito de ajudar a empresa na construção de novas parcerias estratégicas, orientadas por resultados e pela compreensão das demandas dos nossos clientes", destaca Suzan Barreto, diretora de negócios da GFT.

Na nova empresa, ela deve reforçar as áreas de inteligência artificial, analytics, big data, CRM/customer experience e antifraudes.

"A Suzan tem muito para agregar na equipe da GFT, com seu olhar crítico e ampla visão estratégica de mercado. É uma profissional super importante que nos ajudará a identificar oportunidades de melhorias na implementação de soluções para os nossos clientes", afirma Alessandro Buonopane, diretor executivo da GFT Brasil.

Fundada em 1987, a GFT conta com uma equipe global de aproximadamente 5,9 mil colaboradores distribuídos em 15 países.

A empresa abriu sua operação no Brasil em 2006 em Sorocaba, no interior paulista, com objetivo de ser um centro de desenvolvimento offshore.

A partir de 2011, passou a focar mais no mercado local, decolando no país desde então: o faturamento cresceu 15 vezes no período e hoje dois terços são oriundos do Brasil.

Em 2016, a empresa registrou um aumento de 157% em seu faturamento no Brasil, a maior alta entre as unidades do grupo no mundo.