Alberto Menache. Foto: divulgação.

A Linx, desenvolvedora nacional de soluções para varejo, anunciou nesta segunda, 15, a aquisição da paranaense Softpharma, desenvolvedora de softwares de gestão e automação de farmácias.

A companhia pagará R$ 44 milhões à vista e adicionalmente, sujeito ao atingimento de determinadas metas financeiras e operacionais para os anos de 2015 e 2016, poderá pagar até R$ 21 milhões adicionais.

Com a compra, a Linx reforça ainda mais seu portfólio de soluções para farmácias. Em outubro deste ano a companhia comprou a Big Sistemas por cerca de R$ 38,7 milhões. A partir disso, a empresa criou uma vertical específica para atender o segmento de varejo de saúde, com foco em redes de farmácias e drogarias de pequeno e médio porte.

Com sede em Cascavel, a Softpharma registrou nos últimos anos uma expansão média de 30% ao ano, com atuação em 850 municípios em todo o território nacional. A receita bruta estimada da Softpharma para 2014 é de R$ 18 milhões.

Na época da aquisição da Big, o diretor presidente da Linx, Alberto Menache, afirmou que o plano da companhia é consolidar a atuação no segmento de farmácias e drogarias, que vem crescendo em ritmo acelerado no mercado brasileiro.

Segundo projeção do IMS Health, a posição da indústria farmacêutica brasileira no cenário internacional está em expansão. Para 2016, a previsão é que o país ocupe a quarta colocação, atrás apenas dos EUA, China e Japão.

Investindo pesado em aquisições nos últimos anos, a Linx comprou também este ano a mineira Rezende Sistemas, especializada em sistemas para postos de combustíveis, lojas de conveniência e food service. Com 4,5 mil clientes e faturamento de R$ 18 milhões em 2013, e empresa foi arrematada por R$ 49,9 milhões.

Em novembro do ano passado, a empresa comprou a LZT, de Blumenau, e o software de gestão SSG Premium da Ionics de Florianópolis, de olho no mercado de postos de combustíveis. Somadas, ambas as compras poderiam totalizar até R$ 42,5 milhões, revelou a Linx na época.

Em março, foi a vez da Seller Corp, empresa com sedes em Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro também especializada no segmento. O faturamento bruto da companhia em 2012 foi de R$ 9,9 milhões.

A estratégia da empresa de consolidar o mercado de software de gestão para varejo se iniciou, em 2008, com a compra da Quadrant. Depois disso, a Linx adquiriu companhias em diversas verticais do varejo: CSI, Inter-Commerce e Formata em 2009; Dia System e CNP Engenharia de Sistemas em 2010; CustomBS e Spress em 2011; Microvix, Compacta Tecnologia e ativos da Bitix em 2012.

A Linx atingiu uma receita operacional bruta de R$ 331,3 milhões em 2013, um aumento de 27,9% frente aos números do ano anterior.