No Rio Grande do Sul, são sete casos confirmados, sendo cinco deles em Porto Alegre. Foto: Pexels.

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a PUCRS e a Unisinos anunciaram a suspensão das aulas por conta da pandemia do coronavírus. 

No caso da UFRGS, a decisão vale a partir desta segunda-feira, 16, e segue até o dia 5 de abril para aulas de graduação e pós-graduação.

"O andamento das atividades administrativas e operacionais será avaliado e equacionado entre a administração central e as diferentes instâncias da universidade, com a possibilidade de aplicação da modalidade de trabalho remoto. As atividades essenciais serão preservadas", afirmou a universidade em nota.

Entre as atividades mantidas, estão as bancas de qualificação e de defesa de dissertação e de tese, mas o uso de recursos a distância é indicado. 

Os concursos públicos já programados para esse período também serão realizados e a instituição mantém abertos os restaurantes universitários.

A UFRGS ainda informou que a decisão para os casos não contemplados na nota divulgada será realizada nos próximos dias.

Já a PUCRS suspendeu as aulas presenciais a partir das 12h desta segunda-feira, 16, para os cursos de graduação, mestrado e doutorado.

As atividades acadêmicas da universidade deverão ser retomadas no modelo on-line a partir da próxima quinta-feira, 19, e serão conduzidas nesta modalidade até 12 de abril.

Bancas de qualificação e de defesa de dissertação e tese também serão mantidas com uso de recursos digitais. 

Outros casos receberão orientações específicas, como nos cursos de especialização, MBA e extensão, além das atividades de estágio e prática.

“A iniciativa busca zelar pela segurança da comunidade e suas famílias, sem comprometer o calendário acadêmico”, afirmou a PUCRS em nota.

A Unisinos, que possui campus em Porto Alegre e em São Leopoldo, na região metropolitana, também anunciou a suspensão de todas atividades presenciais por dois dias. Da próxima quarta-feira, 18, até o dia 3 de abril, as atividades acadêmicas serão realizadas à distância.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil já confirmou 200 casos de coronavírus, com ocorrência em todos os estados. No Rio Grande do Sul, são sete confirmações, sendo cinco delas em Porto Alegre, além de 66 suspeitas.