Bruno Niro, Tiago Brandão, Thiago Cavalcante. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo SW3, dono das startups de marketing digital Adaction e Inflr, faturou R$ 117 milhões no ano passado, quase três vezes mais do que em 2020, embalado na maior parte pelo crescimento das fintechs brasileiras.

A maior parte do faturamento (R$ 103 milhões), que é especializada em campanhas de mobile marketing para fintechs. A Inflr trabalha com ações por meio de influenciadores digitais.

Juntas, as startups somaram no ano passado, 150 milhões de instalações de apps e 7 milhões de aberturas de novas contas em bancos digitais.

Hoje, cerca de 70% dos clientes da Adaction são fintechs. A empresa afirma aguar em 95% de todas as fintechs no Brasil, o que é um número muito respeitável, tendo em conta que a cada dois dias surgem meia dúzia de novas fintechs no mercado brasileiro.

O Grupo SW3 explodiu no embalo do mercado fintech, multiplicando seu faturamento em mais de 10 vezes desde 2019. A meta é crescer cerca de 50% em 2022, batendo na casa dos R$ 170 milhões.

A empresa foi fundada em 2019 pelos sócios Bruno Niro, Tiago Brandão e Thiago Cavalcante, três profissionais com background em agências de marketing digital.