Kleber Piedade, CEO da Matchbox Brasil. Foto: Divulgação.

A Matchbox Brasil, startup do segmento de recursos humanos, acaba de receber uma nova rodada de investimento. O aporte de R$ 1 milhão foi liderado pela Superjobs, fundo que já investe em outras empresas do segmento, como Estagiários Online e Rheco.me. 

“Dentre mais de 800 startups que analisamos, identificamos na Matchbox um potencial de crescimento ímpar, com uma visão muito madura para os desafios da área de RH”, conta André Martins, co-fundador da SuperJobs. 

A rodada será complementada por investidores-anjo que já estavam próximos da startup desde o último aporte, realizado em outubro de 2017.

Além do investimento, a startup anunciou o lançamento da Spark, plataforma de Recruitment Marketing. A proposta da nova solução é ajudar as empresas a mapear e influenciar o seu relacionamento com talentos, aumentando o engajamento de potenciais candidatos antes deles se inscreverem em uma vaga. 

“Desde a criação da Matchbox, notamos que esse era um nicho que ainda não tinha sido explorado no Brasil. Entendemos que para impactar realmente o resultado da aquisição de talentos é ideal olhar para a jornada do talento como um todo e não só para recrutamento e seleção. Fazendo um paralelo com a área de marketing, é preciso tratar seu candidato como um consumidor e começar o relacionamento bem antes dele realizar uma compra”, comenta Kleber Piedade, CEO da Matchbox Brasil.

Fundada em 2017, a Matchbox Brasil faturou R$ 2,7 milhões em 2018 e conta com clientes como Avon, Locaweb, Grupo Boticário, Bosch, Localiza, Kraft Heinz, Bayer, Honda, Red Bull e VLI.