Paulo Martins (CEO) e Rodrigo Reis (CTO), fundadores da Arena. Foto: divulgação.

A Arena, startup especializada no comportamento de consumidores, acaba de anunciar a captação de R$ 11,6 milhões em sua segunda rodada de investimentos, liderada pela Redpoint eventures, gestora de venture capital com foco em empresas de tecnologia da América Latina.

Fundada em 2016 pelos brasileiros Paulo Martins e Rodrigo Reis, a startup tem sede em São Francisco, na Califórnia. Focada na expansão global, a companhia está entrando agora no mercado brasileiro, e já possui escritórios em Minas Gerais.

Com mais de 6 mil clientes espalhados por 124 países, sua plataforma de marketing baseada em nuvem utiliza dados e inteligência artificial para entender a jornada do consumidor e criar experiências personalizadas em tempo real.

A Arena promete gerar um engajamento superior a 64% e 3 vezes mais conversão de leads.

Entre os seus clientes, estão empresas como Rede Globo, Microsoft, Sony Music, Fox Sports, MSN, Rogers Telecom, Turner, Nascar e The Japan Times.

Apesar da atual crise econômica, a empresa está experimentando crescimento em novos negócios em  2020, por atuar em setores de rápido crescimento, como meios de comunicação streaming, ensino a distância, eventos virtuais e players de e-commerce.

“Os times de produtos e marketing estão cada vez mais concentrados em proporcionar experiências mais personalizadas em tempo real, utilizando os seus próprios dados de primeira mão, sem dependerem de redes sociais ou cookies", ressalta Paulo Martins, CEO da Arena.

Com o novo investimento, a empresa quer expandir sua equipe de marketing e vendas, além de aumentar a presença da companhia em mercados globais.

Para a Redpoint eventures, a personalização digital tem contribuído cada vez mais para que as empresas entendam melhor o perfil de seus clientes, obtendo informações úteis a respeito de seu comportamento e tornando mais precisa e eficiente a métrica das taxas de conversão das companhias.

“Há mais de uma década, a área de marketing se mostra bastante promissora no que se refere ao poder da personalização digital para impulsionar melhores taxas de conversão e média de pedidos mais elevadas. E a Arena entregou exatamente este negócio”, destaca Romero Rodrigues, sócio diretor da Redpoint eventures.

Fundada em 2012, a Redpoint eventures investe nas primeiras rodadas de financiamento das startups (estágios seed, early e growth), gere mais de R$ 1,2 bilhão e tem mais de 40 empresas em seu portfólio, incluindo Creditas, Gympass, Minuto Seguros, Olist, Pipefy, Rappi e Resultados Digitais.