Frederico Queiroz, CEO da NetSupport. Foto: Divulgação.

A NetSupport é o mais novo concorrente no mercado de “Uber para técnicos de informática” no mercado brasileiro.

Atualmente captando profissionais para a rede, a empresa já tem cerca de 500 profissionais cadastrados no site, sendo que mais de 100 estão aptos a realizarem atendimentos. 

Até o final do ano, a expectativa é contar com até 3 mil técnicos. Hoje os profissionais trabalham principalmente a distância, mas também há serviços presenciais em algumas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

O diferencial frente a concorrentes como FindUp, atualmente com 3 mil técnicos, e Encontre Um Nerd, com 10 mil, parece ser o time executivo.

A empresa foi fundada por Frederico Queiroz, um ex-profissional da Algar Tech, empresa de de TIC e BPO que fechou o ano passado com uma receita bruta total de R$ 905,2 milhões. Queiroz passou por cargos como supervisor de suporte e gerente de operações de TI.

Recentemente, a empresa contratou Eric Lieb como diretor de marketing. Lieb foi country manager da Presence Technology e atuou em empresas como Interactive Intelligence e Genesys, todas elas multinacionais focadas em tecnologia para atendimento remoto de clientes.

Atualmente, a empresa participa do processo de aceleração da Wayra Brasil, iniciativa do Grupo Telefônica para apoio e promoção de startups tecnológicas.

Do ponto de vista de produto, a companhia coloca suas fichas na criação de uma comunidade, intitulada Doutores em Tecnologia, em que os técnicos podem trocar conhecimentos.

“A comunidade é um fator importante para manter os profissionais na plataforma. Durante meu trabalho na Algar, vi que os técnicos gostam de ser reconhecidos pelos seus conhecimentos, por isso as postagens na rede colaboram com sua classificação na plataforma”, relata Queiroz.

Com a comunidade, a NetSupport tem a proposta de ser um ambiente completo, em que é possível aprender, ensinar, criar relacionamentos e ganhar dinheiro.

“Estamos em busca de parcerias com instituições de ensino, fabricantes e fornecedores para oferecer treinamentos e cursos que possam enriquecer ainda mais esse ambiente”, conta Lieb.

Na área de parcerias, a empresa fechou um acordo com a HDI para oferecer descontos em cursos e certificações.

Os técnicos selecionados pela plataforma para prestarem serviços às pequenas e médias empresas recebem trabalhos como configurações de PCs, rede wi-fi e impressoras.

Antes da aprovação para receber solicitações, os técnicos passam por testes da NetSupport, que incluem análises de perfil, lógica, inglês (já pensando na internacionalização da plataforma), desenvoltura pessoal e conhecimentos de informática.

Os profissionais que realizam serviços são remunerados de acordo com a atividade desenvolvida. No caso de atendimentos presenciais, é pago um valor extra que varia de acordo com o tamanho da cidade.