VENTURE CAPITAL

500 Startups tem novo sócio no Brasil

19/03/2020 09:10

Flávio Dias, ex-CEO da Via Varejo, é investidor anjo em mais de 12 empresas.

Flávio Dias, investidor anjo e novo sócio do 500 Startups no Brasil. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O 500 Startups, fundo global de venture capital de early stage sediado em São Francisco, anunciou a chegada de Flávio Dias, ex-CEO da Via Varejo, como seu novo sócio no Brasil.

Com 20 anos de experiência no varejo, Dias atuou por dois no grupo dono da Casas Bahia e do Pontofrio, onde também foi Chief Digital Officer (CDO). 

Nos últimos anos, o executivo também se tornou um investidor anjo com mais de 12 startups em seu portfólio.

Ele ainda é conselheiro independente na rede de lojas de departamento Coppel, no Conselho Mudando o Jogo e a startup de customer acquisition Escale.

Antes da Via Varejo, Dias foi CEO da Cnova, diretor executivo do Banco Original e presidente da Walmart, além de ter sido gerente de e-commerce na Magazine Luiza e na Philips.

“Aliar essa experiência ao time da 500 Startups é uma enorme oportunidade de causar um grande impacto para todo o ecossistema brasileiro, pois nosso objetivo é olhar para além do eixo Rio-São Paulo e investir cada vez mais em startups de localidades diversas", afirma Flávio Dias, novo sócio da 500 Startups no Brasil.

Segundo a organização, a chegada do executivo marca um importante e estratégico momento na história da 500 Startups, que tem o propósito de conectar o Brasil com uma rede global.

"Por muitos anos ouvimos que o Brasil seria o país do futuro e para as startups esse momento é agora! O país está se movendo em direção ao seu ponto de inflexão e irá ocupar um lugar de destaque nos próximos anos”, destaca Bedy Yang, sócia da 500 Startups e fundadora da rede Brazil Innovators. 

Desde que foi fundado no Vale do Silício, o 500 Startups investiu em mais de 2,4 mil  negócios espalhados por mais de 75 países, com um montante sob gestão de mais de US$ 560 milhões. 

Entre as empresas investidas, estão nomes como: Credit Karma, Twilio, Canva, Grab, Bukalapak, The RealReal, Talkdesk, Knotel, Udemy e Ipsy.

No Brasil, o fundo já investiu em mais de 40 startups, incluindo nomes como Conta Azul, Descomplica, IDwall, Ingresse, Olist, Pipefy e Quero Educação.

Veja também

RETORNA
Camila Vidmontas volta para a KeepTrue

Depois de vender empresa para a Avalara, fundadores criam o negócio de novo.

COVID-19
Empresas de TI mostram que tem espetos de pau

Discurso de transformação digital está afundando frente aos desafios concretos impostos pela realidade do coronavírus.

VAZIO
Centro do Google para startups suspende atividades em SP

Medida de prevenção ao coronavírus é por tempo indeterminado.

FUNDOS
Telefónica procura startups brasileiras

Redpoint eventures vai gerenciar aportes da companhia em empresas da América Latina.

BRASIL
Coronavírus chegou. Setor de TI vai fazer algo?

Casos devem ter crescimento exponencial. Ainda não se veem medidas das empresas.

INVESTIMENTO
Asaas tem Eduardo Gouveia no conselho

Após ano sabático, ex-CEO da Cielo e Multiplus se divide como board member de sete empresas.

DADOS
LGPD: 62% não estão conformes

Das 400 empresas que fizeram a avaliação online da ABES, só 40% estavam conformes.

OPORTUNIDADE
Y Combinator procura startups brasileiras

Aceleradora quer levar empresas da América do Sul para seu programa nos Estados Unidos.

NOVATAS
Sebrae anuncia 50 selecionadas do Startup SC

O grupo compreende desde agritechs até empresas focadas em saúde.

CERTIFICAÇÃO
Wavy conquista ISO 27001

Com a LGPD, empresa acredita que o selo deve se tornar uma exigência de mercado.