ESCOLHA

Serpro usa ERP na nuvem da MXM

20/08/2020 06:06

Estatal federal de TI escolheu fornecedor de médio porte para seu sistema de gestão.

MXM vai ajudar a tocar a nau do Serpro.

Tamanho da fonte: -A+A

O Serpro, maior estatal brasileira de tecnologia, vai adotar o software de gestão na nuvem da MXM Sistemas, uma empresa de ERP de médio porte sediada no Rio de Janeiro.

O contrato vale por três anos e tem um valor de R$ 18,2 milhões.

Segundo nota da MXM, participaram da disputa "grandes players do mercado de ERP". A empresa cita nominalmente Sênior Sistemas, Oracle e SAP.

“Os processos estipulados foram extremamente rigorosos, com uma prova de conceito que durou mais de 10 dias, passando por todos os requisitos de homologação previstos no edital", afirma Thiago Almeida, diretor de Projetos Estratégicos da MXM Sistemas.

Apesar da vitória poder ser considerada algo surpreendente, a MXM é uma empresa consistente, no mercado desde os anos 90. No seu site, a empresa lista 20 clientes, incluindo nomes como Aliansce Shopping Centers, Unimed e Amil.

A MXM tem sede no Rio de Janeiro e filiais em São Paulo, Salvador e Porto Alegre.

Em 2018, a MXM obteve um financiamento de R$ 2 milhões junto ao BNDES, parte de um plano de investimento total de R$ 6,7 milhões focado em pesquisa e desenvolvimento para a criação de novos módulos e sistemas, evolução tecnológica e migração de alguns módulos já existentes para a nuvem e incorporação de tecnologia artificial.

Na época, a MXM já tinha 200 funcionários. Hoje, estão listados 268 profissionais no LinkedIn.

Veja também

NEGOCIAÇÃO
Microsoft topa desconto de 22% para governo

Grandes companhias de tecnologia estão sendo pressionadas pelo governo a baixar preços.

BRASÍLIA
Ministério da Economia vai contratar 350

Processo seletivo será simplificado. Vagas são temporárias. Assespro desaprova medida.

BRASÍLIA
Serpro troca de presidente

Caio Andrade vai para secretaria, diretor jurídico assume presidência.

VIRADA
Ministério da Economia prepara compra de nuvem

É a segunda grande licitação de nuvem a partir do governo federal. AWS ganhou a primeira.

VIRADA
Paraná derrete apoio ao software livre

Leis dos governos de Requião que priorizavam open source foram revogadas pela Assembléia Legislativa.

NUVEM
AWS é a primeira na nuvem do Serpro

Empresas fecharam um contrato de R$ 71,2 milhões por cinco anos. 

FUI
Salim Mattar sai do governo

Nome forte da ala privatista abandona o barco. Uma chance para a Ceitec?

FAÇANHAS
Mercado Livre: vai-se o investimento, fica a roupa suja

Prefeitura de Gravataí entra na justiça contra o governo do RS no caso do centro de distribuição.

TENTATIVA
Ceitec, mais barato aberto que fechado?

Funcionários dizem que fechar custa R$ 300 milhões e que é mais negócio esperar entrar no azul.

INVESTIDA
Valid entra em ERP para prefeituras

Companhia comprou a Mitra, que tem clientes como São Caetano e Santo André.

CELESTE
Uruguai tem app do coronavírus

País usará tecnologia da Apple e Google com integração da Genexus.