EDUCAÇÃO

Descomplica compra UniAmérica

22/06/2021 17:49

Mirando expansão, a edtech pretende investir até R$ 1 bilhão nos próximos três anos.

O centro universitário tem sede em Foz do Iguaçu, no Paraná. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Descomplica, startup brasileira de ensino à distância, acaba de anunciar a aquisição da UniAmérica, centro universitário sediado em Foz do Iguaçu, no Paraná.

O valor da transação não foi divulgado pela edtech, mas a compra é a primeira de um plano de expansão que deve somar R$ 1 bilhão em investimentos nos próximos três anos, tanto no crescimento orgânico quanto por meio de aquisições. 

Fundada em 2001, a UniAmérica conta com cursos presenciais, semipresenciais, EAD e pós-graduações, além de um colégio. A instituição tem uma metodologia que chama de 100% ativa e voltada para projetos sociais com e para a comunidade.

Na prática, seu modelo educacional é estruturado com base nas competências técnicas e comportamentais necessárias à formação do estudante, sem a tradicional divisão por disciplinas nem aulas expositivas.

As atividades em sala são focadas em elementos colaborativos, desafios práticos e problemas reais.

O Centro Universitário ainda conta com o Centro Integrado de Saúde (CIS), com especialidades médicas para atendimento com consultas populares para a comunidade, sendo uma oportunidade de estágio e da prática profissional para acadêmicos dos cursos de saúde da instituição.

"Enxergamos na Descomplica o parceiro ideal para continuarmos o desenvolvimento de projeto de longo prazo da UniAmérica. Temos uma sinergia de valores que é muito importante, como acreditar na educação como força transformadora e na tecnologia digital como um grande caminho para o ensino superior", afirma Ryon Braga, reitor da UniAmérica. 

Com a aquisição, o braço de ensino superior da startup lançado em 2019, salta dos atuais quatro cursos de graduação para 22, todos em modelo digital.

A UniAmérica segue com a oferta dos mesmos cursos presenciais que já possui, bem como o mesmo grupo de coordenadores e professores, com Braga à frente da reitoria da instituição.

A Faculdade Descomplica também permanece com o mesmo corpo de colaboradores e com Daniel Pedrino liderando a unidade de negócios.

“Os investimentos que faremos nos próximos anos vão multiplicar por dez a nossa participação no mercado universitário. Com a UniAmérica que, assim como a Descomplica, é reconhecida pelo ensino de excelência e pela inovação, damos mais um passo significativo nessa direção", afirma Daniel Pedrino, presidente da Faculdade Descomplica.

A empresa está capitalizada para apostar nesta expansão. Em fevereiro deste ano, levantou R$ 450 milhões no que foi divulgado como a maior rodada de investimento já feita em uma edtech na América Latina.

Os fundos Invus Opportunities e SoftBank lideraram o aporte, que contou com uma série de nomes de grife, como a Chan Zuckerberg Initiative (CZI), da esposa do fundador do Facebook, e até o guitarrista da banda irlandesa de rock U2 The Edge.

Fundada em 2011, a Descomplica oferece cursos preparatórios para Enem e vestibulares, além de graduação e pós-graduação. Ao todo, a startup conta com 5 milhões de alunos e mais de 750 colaboradores.

A graduação da edtech possui 100% das vagas preenchidas e a sua pós-graduação conta com mais de 55 mil alunos matriculados.

Nos próximos três anos, a marca pretende se tornar a maior instituição de pós-graduação do Brasil e conquistar mais espaço na graduação — na qual o objetivo é chegar rapidamente a 1 milhão de alunos no modelo 100% digital.

Veja também

VISÃO
O ERP vai sumir

CEO da Omie faz previsão ousada sobre o mercado em artigo para o Baguete.

SUDESTE
Magalu compra Plus Delivery

Este é o quarto aplicativo de entrega de comida adquirido pela companhia desde setembro.

VAREJO
Mobilar avalia crédito com Meu Crediário

Em menos de um ano, a inadimplência caiu de 20% para 4% no crediário da rede de lojas.

AQUISIÇÃO
Senior compra Convenix

A plataforma de benefícios corporativos deverá se somar à fintech Wiipo.

IMPOSTOS
Techedge vende fiscal da Thomson Reuters

É o segundo parceiro do novo canal da TR voltado para a base SAP.

FLUXOS
LD Celulose usa W3K para documentos

Construção de nova fábrica de celulose líquida envolve muita documentação.