Baguete
InícioNotícias> Sankhya cresce 23%, para R$ 80 milhões

Tamanho da fonte:-A+A

ERP

Sankhya cresce 23%, para R$ 80 milhões

Maurício Renner
// quarta, 23/03/2016 16:26

A Sankhya, empresa mineira de sistemas de gestão, faturou R$ 80 milhões no ano passado, uma alta de 23% frente aos resultados de 2014.

Felipe Calixto.

O resultado ficou ligeiramente abaixo da meta da companhia, que era manter o crescimento na faixa dos 30% e atingir R$ 85 milhões.

Em nota, a Sankhya focou nos resultados dos dois primeiros meses desse ano, no qual o crescimento ficou em 80%, o que, na visão da companhia, torna viável uma meta de 30% para este ano, chegando a R$ 100 milhões

“Investimos alto na contratação de experientes profissionais do mercado, e em capacitação, para que eles estejam aptos a ajudar os clientes a aplicar melhor os conceitos da administração para a evolução constante do negócio”, explica Felipe Calixto, diretor presidente da Sankhya.

Além do time, a  Sankhya põe suas fichas em uma linha de crédito para os seus clientes, com condições definidas como “as melhores do mercado”.

“Esta linha de crédito permite inclusive o financiamento de serviços embutidos no projeto, ou seja, abrange o projeto como um todo”, explica Breno Riether, diretor nacional de vendas da Sankhya.

A Sankhya já tem 21 unidades em 10 estados do país e projeta investir mais R$ 10 milhões em aberturas neste ano. A previsão é que mais 12 novas sedes sejam abertas em dois anos.

Em 2015, a empresa divulgou um plano de investimento de R$ 40 milhões em pesquisa e desenvolvimento e marketing, com a meta de atingir R$ 145 milhões em 2017. 

Fundada há 25 anos, a companhia concentrou seus negócios por um longo período na área do Triângulo Mineiro, Goiás e Distrito Federal. Hoje são 600 funcionários e 6 mil clientes em todo o país.

A Sankhya (caso você esteja curioso pelo nome, é uma palavra em sânscrito que descreve um sistema filosófico desenvolvido concomitantemente com a yoga) é um dos players de destaque no mercado de ERP para pequenas e médias empresas, que ainda é bastante fragmentado.

De acordo com dados da  pesquisa sobre o mercado de TI feita pela Fundação Getúlio Vargas (EAESP-FGV), a Totvs tem 51% do mercado em empresas de  até 170 teclados, contra 27% dos chamados “outros”, empresas que estão abaixo de 5%.

Maurício Renner