VENDAS

Grupo Martins faz e-commerce com SAP

23/06/2020 11:15

Projeto implantado pela FH foi fundamental para ajudar a superar a crise do coronavírus.

Caminhão do Martins. Foto: DIvulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O Grupo Martins, um dos maiores distribuidores atacadistas do país, adotou as soluções SAP Commerce Cloud para ampliar a sua presença no e-commerce, em um projeto entregue pela FH.

A plataforma atende mais de 350 mil varejistas. Qualquer CNPJ pode comprar na plataforma digital da Martins, seja para consumo próprio ou revenda.

Muitos dos clientes que fazem compras para consumo próprio, como restaurantes, tiveram suas operações totalmente impactadas pela pandemia do coronavírus, gerando um forte desafio. 

Mesmo assim, a Martins espera ampliar a participação das vendas online dos 25% da fase piloto para 30% até o final do ano.

“O Martins sempre foi um marketplace físico e há alguns anos entendemos a necessidade de digitalização para ganhar escala, conectar fornecedores ao pequeno e médio varejista e aumentar a presença em novos segmentos”, define Nilton Mayrink, CIO e Head das áreas de B2B/B2C Sales na Martins.

Além dos 4,5 mil colaboradores, a Martins conta com mais de 4 mil representantes autônomos espalhados por todas as regiões do País. A digitalização também foi desenhada para atender esse público, essencial para os negócios da distribuidora. 

A estratégia também incluiu políticas de incentivo para que o representante priorize a venda digital, agilizando processos para eles e seus compradores. 

(Essa estratégia pode ser potencializada ao contratar os serviços de uma consultoria de marketing B2B). 

Mayrink explica que, se antes o revendedor tinha uma carteira de 80 clientes e conseguia visitar 30 no mês, hoje ele consegue falar com os 80 e ainda agregar novas empresas, já que conta com um portfólio maior de produtos para oferecer.

A empresa tem uma equipe de 500 operadores de televendas que, além de prestarem atendimento, fomentam a venda nos canais digitais e, com as limitações impostas pelo isolamento social, contribuíram para agilizar o processo de digitalização dos processos de compras dos pequenos varejistas.

A FH, sediada em Curitiba, no Paraná, acaba de entrar para time de parceiros Platinum do programa de canais da SAP, o PartnerEdge.

Só outras 11 empresas estão nesse nível do país, todas elas multinacionais, em uma lista que inclui nomes como T-Systems do Brasil, IBM, DXC, Deloitte, Capgemini, Atos e Accenture, entre outras.

A FH é parceira SAP desde 2007 e já figurava entre as maiores empresas brasileiras parceiras da SAP, com cerca de 700 funcionários.

O salto para o time das parceiras Platinum, no entanto, provavelmente tem que ver também com o fato de o controle da empresa agora é da Itelligence, uma consultoria SAP alemã que é parte do grupo japonês NTT Data, que comprou uma participação majoritária no ano passado.

A Itelligence é uma empresa bem maior, com 9,2 mil colaboradores, subsidiárias em 26 países (a grande maioria na Europa, mas também nos Estados Unidos, China e Índia) e um faturamento de € 926 milhões em 2018, uma alta de 6,2% frente ao ano anterior.

Veja também

REAÇÃO
Arezzo vira case na crise com tecnologia

Companhia acelerou muito as vendas online dobrando o volume de vendas em dois meses.

VAREJO
Marisa aposta em vendas diretas on-line

Empresa vai oferecer comissão de 5% para quem vender os produtos através de links do e-commerce.

ERP
Grupo Ultra faz go live remoto do SAP S/4 Hana

Projeto é da Qintess, que garante que se trata do primeiro do gênero no Brasil.

SAP
Farana, ex-Star IT, assume varejo na Seidor

Contratação é um dos profissionais mais experientes no tema varejo e SAP no país.

SUPORTE
Rimini assume S/4 na gigante mexicana Nadro

É o primeiro contrato de suporte na América Latina para a última versão do ERP da SAP.

CANAIS
FH é parceira platinum da SAP

Companhia brasileira entra no nível máximo da estrutura de canal da SAP no país.

VERDADES
Fundador abre o jogo sobre a SAP

Para Hasso Plattner, a integração de companhias de SaaS adquiridas falhou e a empresa está dividida entre Estados Unidos e Alemanha.

EM CASA
Salesforce permite home office até o final do ano

Funcionários poderão trabalhar remotamente mesmo após a reabertura dos escritórios.

ACELERAÇÃO
Itaú: base digital cresce um ano em dois meses

Com 1 milhão de novos usuários, os canais digitais agora têm 70% dos clientes do banco.

RAIO X
Quem é quem no mercado Salesforce

Estudo da ISG mostra mercado ainda muito concentrado em grandes fornecedores.