André Imar Kulczynski, presidente da Procempa.

A Procempa inaugurou um novo data center com investimentos de R$ 20 milhões em Porto Alegre nesta terça-feira, 23.

O novo centro de dados, projetado pela Aceco TI para ser um Tier 3, representa um salto de qualidade para o município frente à estrutura anterior, que começou a ser montada ainda nos anos 70, passando por sucessivas adaptações.

“Agora teremos uma estrutura de TI que é exemplo para outras cidades do Brasil”, afirma o presidente da Procempa, André Imar Kulczynski.

O novo centro conta com uma série de melhorias, incluindo geradores e uma subestação de energia próprios, sistemas de segurança e anti-incêndio automáticos e cabeamento blindado, com equipamentos de fabricantes como EMC, Eaton, IBM, Scheneider Eletric e Siemens.

A migração do data center velho para o novo envolverá a parada de alguns sistemas da administração pública e foi organizada em duas fases, envolvendo um time técnico de 50 profissionais.

A primeira acontece no feriado do dia 02 de novembro, quando os sistemas serão desligados e ligados novamente nos 72 metros quadrados da nova sala cofre.

Pode parecer uma operação simples, mas algumas das mais de 300 soluções estão rodando de maneira ininterrupta há anos e é preciso saber como elas reagirão ao desligamento. O prazo estimado é de 12 horas.

Depois, no sábado, 10 de novembro, deve ser feita a migração física das máquinas, um processo que deve levar outras seis horas.

Em ambos dias, alguns sistemas da prefeitura ficarão indisponíveis e outros operarão em contingência, como o Samu e os telefones 156, 115 e 118.

“Com a nova estrutura, poderemos fazer mais melhorias na área de tecnologia, como computação em nuvem e processos eletrônicos”, explica Kulczynski.

O presidente da Procempa destaca que o novo data center é mais um desdobramento de um trabalho feito desde 2005, que incluiu investimentos na cobertura da rede, centralização dos servidores de diversas secretarias e a migração dos primeiros processos em papel para o meio eletrônico.