Alpheu Cardoso, CEO da Sequor; Stephane Corteel, CEO do SNEF e Pierre Dussaud, diretor do SNEF Latam.

O grupo francês SNEF, que atua nos setores de energia, desenhos e processos industriais, telecomunicações e tecnologia da informação, acaba de assinar um contrato de aquisição da Sequor, companhia sediada em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre. que desenvolve softwares para controle e gestão de manufatura.

Com o acordo, assinado na terça-feira, 23, o grupo comprou 51% do capital social da Sequor. O plano da companhia é investir cerca de US$ 1,6 milhão nos próximos três anos para criar a nova geração de soluções Sequor, voltadas para projetos de indústria 4.0.

A Sequor tem 40 funcionários e faturamento anual de R$ 7,5 milhões. A companhia atende a clientes como Honda Automóveis, Stara, AGCO, Midea-Carrier, DANA, Andreas Stihl, TDK e Magneti Marelli.

Já o grupo SNEF, com sede em Marselha e mais de 10 mil funcionários distribuídos em 120 filiais, alcançou faturamento global superior a € 1 bilhão no ano passado.

No Brasil, a SNEF está presente com 1 mil colaboradores e 250 clientes. A presença da companhia no país foi impulsionada em 2010, com a aquisição da empresa mineira Energ Power.

A compra da Sequor é uma aposta da SNEF para ganhar força no segmento da indústria 4.0. A companhia atua hoje com automação para o chão de fábrica, mas espera contar com a companhia gaúcha para conectar essa área ao ERP das empresas.

Com o negócio, a Sequor pretende expandir sua atuação nos próximos cinco anos, alcançando mais de 200 funcionários e novos clientes localizados em mais de 10 países.