Foto: divulgação.

A Randon Ventures, unidade de investimentos e aceleração de startups das Empresas Randon, anunciou um aporte de R$ 2,5 milhões na Abbiamo, startup carioca especializada no controle digital de processos logísticos.

Fundada em 2020, a startup desenvolve soluções digitais para ferramentas de compra, acompanhamento da movimentação, distribuição e entrega de produtos.

Sua proposta é oferecer, em até 24 horas, toda operação logística de frete de produtos entre os estados de Santa Catarina, importante polo têxtil do país, e São Paulo, maior mercado consumidor. 

“No contexto em que a entrega é o único elo físico da cadeia, a Abbiamo entra para possibilitar que as transportadoras gerem um novo valor digital para marca e uma incrível experiência ao consumidor”, afirma Aurelio de Padua, co-fundador da startup.

Até então, a Abbiamo atua somente no segmento do vestuário e, a partir do investimento da Randon, ampliará o escopo, passando a realizar entregas para novos segmentos.

“Identificamos um diferencial competitivo importante na Abbiamo ao oferecer soluções que conectam os diferentes atores dessa cadeia de entrega de produtos, desde os produtores até os transportadores, priorizando uma experiência única ao consumidor final”, explica Mateus de Abreu, head officer da Randon Ventures.

Fundada no início de 2020, a Randon Ventures foi estruturada junto a ACE, Ventiur e Baita, aceleradoras de startups com atuação nacional, e seu foco é em novas tecnologias para os segmentos de logística, serviços financeiros, seguros e mobilidade das coisas como forma de ampliar o portfólio da companhia.

Este é o segundo investimento da empresa em menos de um mês. No início de fevereiro, ela fechou um aporte de R$ 13 milhões no Grupo Delta, referência nacional em tecnologia e serviços para o segmento de seguros e transportes. 

Em outubro de 2020, já havia colocado R$ 3 milhões na Reboque.me, startup voltada para serviços de assistência 24 horas on-demand para veículos. Anteriormente, também investiu na TruckHelp, plataforma paranaense de soluções e serviços para caminhoneiros e transportadoras.

Outra aposta da Randon é a criação de uma fintech junto com a 4all, dona de nove startups nas áreas de pagamento e mobilidade. Chamada inicialmente de “projeto R4”, a nova empresa atenderá o segmento de logística e transportes.

Com um faturamento líquido de R$ 5,1 bilhões em 2019 (alta de 19,5%), a Randon atua nos setores de reboques e semirreboques, veículos fora-de-estrada, autopeças e serviços financeiros, com presença em 100 países.