A IBM vai apoiar projetos de alunos da PUC-Campinas. Foto: Divulgação.

Cinco ideias empreendedoras de alunos da PUC-Campinas contarão com mentoria da IBM no próximo semestre. Os projetos foram selecionados pela empresa de tecnologia durante a realização da 1ª Mostra de Inovação e Empreendedorismo na Universidade.

“A expectativa é aumentar a interação entre a IBM e a PUC-Campinas, contribuindo no aprimoramento destes trabalhos, de tal modo que possam chegar a um MVP”, destaca Ricardo Luiz Fadini, que atua na área de vendas e incentivos na multinacional.

Para o Tomas Guner Sniker, professor e um dos coordenadores do PUC-Empreende, a parceria reforça o compromisso institucional de engajar os estudantes nas questões relativas à inovação e ao empreendedorismo.

“A iniciativa contribui para que os alunos aperfeiçoem, de modo prático, competências técnicas e humanas ligadas ao desenvolvimento de produtos e gestão de empresas. Vale lembrar que as relações de trabalho estão passando por mudanças radicais e a nossa Universidade tem buscado caminhos para que os estudantes adquiram as habilidades necessárias para este novo cenário”, completa.

Para a realização das atividades, a IBM designará um mentor para cada projeto, que terá cerca de 12 semanas para discutir as possibilidades de melhorias nos produtos ou serviços idealizados pelos alunos. 

A empresa também pretende criar um ecossistema universitário, no qual os estudantes possam compartilhar as experiências com colegas e professores, visando ampliar o alcance e a efetividade do trabalho.

Os projetos apoiados serão É fácil!, StartLegal, RegioNow, Ways e Stefa.

O É fácil é um aplicativo centralizador de buscas de professores por estilo de ensino (presencial ou à distância) ou método de ensino (tradicional ou ativo).

Já o StartLegal é voltado para auxílio jurídico para empreendedores com o objetivo de regularizar juridicamente os requisitos para a criação de uma startup (proteção da ideia, documentos necessários, enquadramento em tipos societários, tributários e de negócio, etc).

O RegioNow é um aplicativo que funciona como localizador de notícias locais, filtrando as informações de acordo com a proximidade dos eventos e interesse individual do leitor. A tecnologia também busca fornecer alertas de "fake news" e conteúdo acessível a pessoas com deficiência.

O Ways é um aplicativo mobile interativo que reúne formas de práticas sustentáveis relacionadas ao universo da moda, como trocas de roupas entre usuários, mapeamento de brechós, dicas de reutilização e customização de peças etc., visando contribuir ao consumo consciente.

A Stefa é uma ferramenta com foco no desenvolvimento de trilhas de aprendizagem, combinando habilidades com disciplinas para estimular o desenvolvimento pessoal. O objetivo é oferecer suporte a escolas, universidades e empresas para uma forma de ensino que considere as competências e habilidades individuais.

Além dos projetos recrutados pela IBM, outros cinco receberão a mentoria da Weme, um hub de inovação e empreendedorismo que busca impulsionar negócios relevantes para a sociedade. As primeiras reuniões ocorrerão no mês de julho.