O Sicredi acaba de lançar um programa para startups com dez desafios. Foto: Pexels.

O Sicredi, instituição financeira cooperativa gaúcha que conta com mais de 3,8 milhões de associados, acaba de lançar um programa para startups que busca soluções para dez desafios da companhia. 

Batizada de Inovar Juntos, a iniciativa foi criada para aproximar o Sicredi do ecossistema de startups e buscar mais inovação nos negócios da instituição.

O Sicredi abre o programa para startups de todo o Brasil que tenham aderência aos desafios traçados pela instituição e que já estejam em estágio de MVP (Produto Mínimo Viável) desenvolvido e validado ou mesmo que já tenham seu produto ou serviço disponível no mercado.

Entre os desafios estão temas como otimizar a triagem de currículos; conectar associados pessoa jurídica e pessoa física (market place); gestão de gastos de viagens e reembolsos; segurança; coleta de dados para perfil de investidor; digitalização de documentos; gestão de benefícios; capacitação com gamification (gamificação); e processos internos de controles.

“Por ser a primeira experiência do Sicredi com este modelo de parceria, a escolha foi por processos internos e de menor complexidade, mas que trarão importantes benefícios para otimizar a nossa operação”, afirma Dagoberto Trento, gerente de PMO Corporativo do Banco Cooperativo Sicredi.

Segundo ele, o Inovar Juntos integra um movimento para abrir mais espaço para a inovação no Sicredi, acompanhando o projeto de transformação digital da instituição

“Além disso, esse é mais um passo para uma mudança de cultura que está acontecendo gradualmente em nossa instituição”, completa.

Após a fase de inscrições, o Sicredi selecionará até 20 startups para um Pitch Day, no mês de setembro, em que as empresas pré-selecionadas apresentarão suas propostas ao Sicredi. 

Na fase seguinte, as empresas escolhidas poderão testar a solução no ambiente do Sicredi. Por fim, haverá uma avaliação dos resultados para possível parceria comercial.

O Sicredi tem 3,8 milhões de associados e presença em 22 estados e no Distrito Federal, com mais de 1,6 mil agências

No ano passado, a instituição começou sua aproximação com o ecossistema de inovação com a abertura de uma unidade na Escola Politécnica da PUC-RS, criando relações com a universidade e o ambiente do Tecnopuc.

A sede é responsável pela construção da nova plataforma digital do banco, que inclui novas ofertas e experiências digitais.