A Veek foi homologada pela Anatel em 2016. Foto: Divulgação.

A Veek, operadora móvel virtual (MVNO), suspendeu suas operações nesta quinta-feira, 25. 

A empresa comunicou a parada da operação aos usuários por email.

“Essa difícil decisão foi tomada após diversos desalinhamentos técnicos e operacionais iniciados por problemas de recargas, principalmente cartão de crédito, que atingiram nossos clientes de forma massiva e nos impactou de maneira muito negativa”, diz o comunicado da Veek.

Focada no público jovem, a Veek foi homologada pela Anatel em 2016 e fundada por Alberto Blanco, primeiro diretor de marketing da Oi, responsável pelo lançamento da marca há quase 15 anos. 

O Mobile Time afirma que a Veek e a Surf Telecom, empresa que atuava como sua MVNE, tiveram desentendimentos em relação ao repasse da receita com recargas, levando ao rompimento da relação comercial. Em janeiro, a Surf Telecom cortou o canal de recarga da Veek, passando a oferecer seus próprios canais para os usuários da MVNO. 

Com a suspensão das operações, os assinantes da Veek serão assumidos pela Surf Telecom. Os usuários serão transferidos para a Geek, outra MVNO ligada à rede da companhia.

Já a Veek será relançada até o final do ano, em parceria com outra operadora.

No final de 2018, outra MVNO deu adeus ao mercado. A Porto Seguro Conecta, operadora de telefonia móvel virtual da seguradora, encerrou suas atividades. A organização firmou um acordo com a TIM para migração das linhas ativas.

A Porto Seguro Conecta foi a primeira MNVO lançada no Brasil, em 2013.