FINTECH

Ebanx adota S/4 Hana da SAP

25/08/2021 13:13

Novo ERP deve substituir o Netsuite da Oracle, implementado em 2018.

Ebanx é uma fintech brasileira em alta. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Ebanx, empresa de processamento de pagamentos que é um dos destaques na cena fintech brasileira, está adotando o software de gestão S/4 Hana da SAP.

O projeto, que ainda está em fase de “estruturação” tem tudo para ser um dos maiores do país em 2021, iniciando em quatro países: Brasil, México, Reino Unido e  Cingapura, segundo divulgou recentemente a SAP. Como muitas iniciativas desse porte, a consultoria é da diretamente da própria SAP Consulting.

O interessante é que a Oracle havia anunciado em 2018 um projeto para implementação no Ebanx do Netsuite, seu software de gestão na nuvem, para fazer a gestão do seus processos de back office, a mesma área que deve passar a ser atendida pela SAP.

Segundo o Baguete pode averiguar com fontes próximas, a Ebanx está substituindo a solução da Oracle pela da SAP. Procuradas, nem a SAP nem a Ebanx dão mais detalhes sobre o assunto.

O início do projeto com Netsuite no Ebanx foi anunciado em setembro de 2018 pela Oracle.

De lá para cá, a Ebanx cresceu bastante. Em 2018 ela tinha 37 milhões de usuários (o número hoje é o dobro) e tinha acabado de levantar US$ 30 milhões (em maio, a empresa recebeu um aporte de US$ 430 milhões).

A empresa também está se tornando mais complexa. O foco inicial, e o principal negócio até hoje, é intermediar o pagamento de serviços como Spotify, Uber, Shopee, Alibaba e Amazon no Brasil.

Mas a empresa tem feito movimentos que indicam ambições maiores, como a compra de uma fatia de 30% do banco Topázio, instituição financeira gaúcha ligada ao grupo Ernesto Corrêa.

Não parece bem o perfil típico de cliente do Netsuite, que foi comprada pela Oracle em 2016, por US$ 9,3 bilhões, sua maior compra em mais de uma década, mas que se concentra mais em pequenas e médias empresas.

A NetSuite chegou ao Brasil em 2009, quase 10 anos depois de ser fundada na Califórnia, por meio da catarinense SuitePlus, então sua parceira exclusiva no país.

A presença no país foi muito discreta até a compra pela Oracle, quando se tornou só discreta.

A Oracle fez um movimento interessante sobre o produto Netsuite no Brasil, que mostra que ela tem expectativas para o mercado nacional.

Em 2019 a gigante americana comprou a Oxygen Systems, uma companhia brasileira especializada no sistema de gestão na nuvem.

O acordo foi divulgado de maneira sucinta no site da gigante, sem abrir valores, ou fazer grandes comentários, o que é uma conduta incomum nesse tipo de operação.

Na nota, a Oracle disse apenas que a Oxygen Systems provê localização para os “complexos requerimentos tributários para empresas com operações no Brasil” e que a compra entregará uma experiência de localização “seamless” para o ERP.

Veja também

CONTRATAÇÃO
Ex-Zendesk assume marketing da Ebanx

Com 18 anos de experiência, Maíra Gracini também passou por empresas como Salesforce e Dassault Systémes.

UNICÓRNIO
Unico levanta US$ 120 milhões

Com o novo aporte, empresa de idtech passa a ser avaliada em US$ 1 bilhão.

FINTECH
JP Morgan compra 40% do C6 Bank

Segundo o site Bloomberg, a americana poderá deter a totalidade do banco no futuro.

CAPITAL
Ebanx levanta US$ 430 milhões

Depois do Nubank levantar uma bolada, chega a vez da fintech de Curitiba.

AGRO
Grupo Katayama escolhe S/4 Hana

Implantação na empresa avícola será realizada pela Spro IT Solutions.

FACES
Unico terá B1 da SAP

Idtech mais badalada (e investida) do país fecha contrato com a Megawork.