Cai Igel, CEO e fundador da Alstra. Foto: divulgação

A Alstra, startup que desenvolveu uma plataforma de contratação de profissionais, acaba de receber um aporte da Verus Group.

O valor do investimento não foi revelado.

Os recursos recebidos deverão ser utilizados para acelerar o desenvolvimento de IA,  ampliar a base de talentos e o apoiar a sua expansão global.

Criadora de uma plataforma digital que utiliza inteligência artificial, a startup faz o match entre perfis de profissionais e as demandas das empresas. 

Fundada em São Paulo há um ano, a Alstra já expandiu suas operações para Portugal, Espanha e Chile, e conta com mais de 8 mil profissionais cadastrados. 

Entre os clientes da plataforma, estão empresas como Itaú, Travelex, PwC, KPMG e ConectCar. 

A startup será uma das representantes brasileiras no Websummit 2019,  que acontece em Portugal no mês de novembro. Selecionada através do programa BETA, contará com um estande em um dos dias do evento.

“Vamos ter a oportunidade de apresentar nossa proposta disruptiva para empresas, investidores e startups”, conta Cai Igel, CEO e fundador da Alstra.

Igel já foi diretor no Deutsche Bank por 14 anos e presidente UBB securities do Itaú Unibanco. Hoje se divide entre a Alstra, a Brafin Capital e a consultoria Unity. 

O Verus Group é um dos maiores investidores em startups no Brasil e tem foco em empresas early stage, com modelos de negócios baseados em tecnologia e que já estejam operacionais, independentemente do setor de atuação.

Entre os exemplos, está a Cuponeria, especializada em cupons digitais, que já recebeu um aporte de R$ 800 mil do Verus Group. 

Em 2018, o grupo também investiu na Hands Digital, empresa especializada em publicidade mobile.

O Verus Group entrou como co-investidor nos R$ 2,5 milhões captados Auvo Tecnologia, criadora de uma solução para gestão de equipes externas.

Neste ano, mais R$ 800 mil foram para a startup Fix it, que faz placas de plástico biodegradável para imobilização articular.