A Cia. Hering havia recusada uma oferta da Arezzo no início do mês. Foto: divulgação.

O Grupo Soma, dono das marcas de roupa Animale, Farm e Maria Filó, anunciou nesta segunda-feira, 26, a aquisição da Cia. Hering por cerca de R$ 5,2 bilhões.

Conforme o G1, as companhias assumiram compromisso de exclusividade com multa prevista de R$ 250 milhões diante de descumprimento.

A proposta do Soma teria surgido na última quinta-feira, 22, com negociações que escalaram rapidamente após a Hering ter recusado uma oferta da Arezzo de pouco mais de R$ 3 bilhões, de acordo com o Estadão.

Após o anúncio, o site Investing.com apontou que as ações da Cia Hering haviam dispararado 35%.

Entretanto, uma questão judicial em andamento ainda pode gerar problemas na transação.

Recentemente, uma ação foi movida por Pedro, Rafella e Eduardo Hering Bell, tataranetos do fundador Hermann Hering, contra a companhia e os tios Ivo Hering e Klaus Hering.

Conforme a revista Exame, os três acusam Klaus de ter expropriado própria mãe em benefício próprio e com conhecimento da companhia.

Fundada em 1880 em Blumenau, Santa Catarina, a Cia. Hering desenvolve, fabrica, distribui e comercializa os produtos das marcas Hering, Hering Kids e Dzarm. 

A empresa abriu seu capital em 1994, sendo uma das mais antigas na bolsa de valores. No segundo trimestre de 2020, teve lucro líquido de R$ 126,8 milhões, alta de 211,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

Com unidades localizadas em São Paulo, Santa Catarina e Goiás, suas marcas têm alcance em todo o país e no exterior, com 764 lojas, além da presença no digital e em mais de 10 mil pontos multimarcas.