BRASÍLIA

Vem aí um novo ministro de Ciência e Tecnologia?

27/04/2020 10:49

Centrão está de olho no Ministério. Candidato ao cargo é genro de Silvio Santos, do SBT.

Pontes: é hora de dar adeus? Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil.

Tamanho da fonte: -A+A

O astronauta Marcos Pontes pode estar com seus dias contados à frente do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Segundo revela a coluna Radar da Veja, Bolsonaro vem conversando com o deputado Fábio Faria (PSD-RN) como um possível sucessor, em meio a uma negociação mais ampla de cargos no governo em troca de apoio político do chamado Centrão para se fortalecer contra a turbulência da crise do coronavírus e de um cada vez mais provável processo de impeachment.

Citando "um importante aliado de Faria", a coluna diz que os "movimentos são pessoais", mas que o PSD não se importaria de reaver o ministério, que já foi de um de seus caciques, Gilberto Kassab.

"Na nova realidade do governo, não há espaço para figuras como Marcos Pontes", aponta a coluna, lembrando que Pontes virou ministro em um discurso do presidente no qual ele afirmou que não faria barganhas políticas com partidos do Congresso.

De acordo com a Veja, Faria “caiu nas graças do presidente e de seu núcleo familiar” pelo fato de ser genro do dono do SBT, Sílvio Santos.

O SBT, como é sabido, tem feito uma cobertura mais simpática do governo Bolsonaro do que outros canais de televisão, com direito a entrevistas exclusivas do presidente em atrações populares como o programa do Ratinho.

Faria tem também uma dose de "pedigree" político, sendo filho do ex-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, e deputado federal desde 2006, ficando normalmente entre os quatro mais votados no estado.

O PSD é um candidato natural para controlar o ministério de Ciência e Tecnologia. Gilberto Kassab, um dos líderes do partido, foi ministro da pasta de maio de 2016 até janeiro de 2019.

Kassab anda em um limbo, depois de durar apenas três dias a gestão como líder da Casa Civil do governo João Doria (PSDB), quando foi exonerado para tratar de “problemas particulares”, na forma de uma série de problemas com a justiça.

O único astronauta do país, tendo participado de uma missão espacial em 2006, Pontes mantinha uma carreira de palestrante motivacional e empreendimentos meio duvidosos como um “travesseiro aprovado pela Nasa”, ao ser chamado para o cargo de ministro de Ciência e Tecnologia.

Apesar de estar entre os primeiros ministros anunciados pelo presidente Bolsonaro e de ter sido recebido com expectativa moderada pela comunidade de ciência e tecnologia, Marcos Pontes não pode ser considerado um player lá muito ativo em Brasília.

O ministro ressurgiu das sombras ao anunciar, no dia 15 de abril, que o governo conduziria testes de “remédio secreto” contra o coronavírus.

O assunto gerou especulação por alguns dias, até ficar provado que se tratava da nitazoxanida, um vermífugo vendido no Brasil com o nome comercial de Annita.

O remédio teria demonstrado cerca de 94% de eficácia contra o novo coronavírus em experimentos in vitro, mas essa é uma fase muito preliminar de pesquisa, ainda em ambientes controlados de laboratório.

Veja também

NUVEM
Ministério da Saúde migra para AWS com Embratel

Projeto faz parte de mega licitação vencida pela empresa de telecom.

INFORMAÇÃO
Porto Alegre tem chatbot com 4all

CovidBot tira dúvidas sobre o coronavírus no site da prefeitura. Governo do RS adotou canal semelhante.

PANDEMIA
Estados Unidos precisam de programadores Cobol

Sistemas estão sobrecarregados. Falta gente que seja capaz de consertar o problema.

TRABALHO
Sindicatos cobram “pedágio” para liberar suspensão

De acordo com a Folha, sindicatos pedem valor por cabeça ou % da folha para dar aval a acordos.

PANDEMIA
Como a cloroquina virou a salvação da lavoura

Remédio se tornou cavalo de batalha do presidente Jair Bolsonaro. Saiba como tudo isso começou.

GOVERNO
SAP Labs tem projeto de coinovação com RS

Iniciativa prevê realização de workshops baseados em design thinking no centro da multinacional.

TELEFONIA MÓVEL
Operadoras vão repassar localização de usuários ao MCTIC

Dados devem estar organizados de forma estatística para acompanhar concentração de pessoas.

ATENDIMENTO
Governo autoriza fechamento de call centers

Portaria parece uma preparação para uma piora no cenário do coronavírus.

COVID-19
SENAI e indústrias consertam respiradores

Dez grandes empresas, maioria do setor automotivo, fazem parte da ação em 13 estados.