Foto: divulgação

A WEG, multinacional catarinense que é uma das maiores fabricantes de equipamentos elétricos do mundo, adotou a infraestrutura da TI da IBM, com data centers, servidores e multi-cloud.

Entre as tecnologias adotadas, estão os servidores IBM Power System E980, IBM Storage Storwize V7000 e IBM FlashSystem 9150, que foram adquiridos pela empresa após 10 anos em outros sistemas. 

O servidor Power System E980 oferece capacidade de cloud privada e capacidade sob demanda para processadores e memória, enquanto o Storwize V700 aprimora a disponibilidade de aplicativos e a utilização de recursos. 

Já o IBM FlashSystem 9150 oferece capacidade intensiva de armazenamento multi-cloud orientada por dados.

A primeira fase do projeto começou em dezembro de 2019, quando foi desenvolvido um plano de modernização da infraestrutura de TI da companhia para os próximos anos.

De acordo com a IBM, a nova infraestrutura vai permitir a modernização das aplicações da empresa e sua integração com outros ambientes de cloud multi-híbrida, sendo um importante passo no aumento de capacidade e escalabilidade de seu processamento.

"Havia a necessidade de consolidação e atualização da tecnologia, preparando a empresa para um mundo híbrido e alinhado à transformação no portfólio de negócios, além de viabilizar sua expansão internacional", explica Flavio Vicari, gerente de systems servers da IBM Brasil.

Para a WEG, um dos fatores determinantes para a adoção das tecnologias foi a abrangência do portfólio da IBM e a visão em relação ao futuro das tecnologias, mais especificamente em relação à cloud híbrida e ao universo open source.

"Levamos em consideração a capacidade de realização e suporte da IBM, considerando a complexidade da WEG, que está em constante crescimento, com operações globais, mais de 30 mil funcionários e 16 mil usuários de TI", conta Paulo Sérgio dos Santos, diretor de Tecnologia da Informação da WEG.

Fundada em 1961, a Weg fabrica e comercializa máquinas elétricas, automação e tintas, para diversos setores, incluindo infraestrutura, siderurgia, papel e celulose, petróleo e gás, mineração, entre outros.

Com operações industriais em 12 países e presença comercial em mais de 135, a companhia atingiu faturamento líquido de R$ 9,5 bilhões, em 2017, dos quais 56% foram provenientes das vendas realizados fora do Brasil.

No Brasil desde 1917, a IBM conta com mais de 390 mil colaboradores em todo o mundo, com 15 laboratórios, além de cientistas, engenheiros, consultores e profissionais de vendas em mais de 170 países.

Até o final de 2020, a empresa espera lançar a primeira região de IBM Cloud (Multizone Region) no Brasil, localizada em São Paulo.

A nova região na América Latina trará o portfólio completo de serviços de IBM Cloud, que inclui recursos de IBM Watson, blockchain, IoT e analytics, entre outros.