Rodrigo Helcer, CEO da Stilingue.

A Stilingue, plataforma especializada no monitoramento de redes sociais, acaba de receber um aporte R$ 18 milhões, liderado pela DGF Investimentos. 

A empresa, que se define como “líder nacional em Inteligência Artificial para o idioma Português - com foco em Customer Intelligence & Responding em tempo real”, deve aplicar o dinheiro em produto, com a meta de saltar de 135 para 300 colaboradores em 18 meses.

“Nosso objetivo durante a rodada de investimentos foi buscar um parceiro não apenas com lastro financeiro, mas, com conhecimento da indústria de softwares. A DGF Investimentos é um dos fundos com melhor reputação em negócios SaaS do Brasil, tanto em retorno sobre o investimento quanto em reconhecimento de mercado”, afirma Rodrigo Helcer, CEO da Stilingue.

A DFG está no mercado em algum tempo e esteve entre as primeiras a investir na Resultados Digitais, startup catarinense que hoje é destaque nacional em automação de marketing. Outros investidas foram a Mastersaf, em 2010, e o Mercado Eletrônico, em 2015.

Fundada em 2014 em Ouro Preto, a Stilingue teve R$ 23 milhões em receita recorrente em 2018, aumento de mais de 150% em relação ao ano anterior. 

A empresa tem uma base de 250 clientes, que inclui 3 dos 6 maiores bancos, 2 dos 3 maiores players de cosméticos, 2 das 10 maiores empresas do setor automotivo na América Latina e 60% das 100 maiores agências de Publicidade e PR no Brasil.

A Stilingue analisa 50 milhões de publicações diárias, oriundas de mais de 100 fontes, incluindo veículos de notícias, blogs, fóruns, reviews, principais redes sociais e websites.