USA

Taking abre nos Estados Unidos

27/10/2021 13:30

Meta é chegar a 50% do faturamento fora do país até 2023.

Marco Romero, CEO e sócio da Taking. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Taking, consultoria especializada em gerenciamento de ambientes em nuvem e serviços de TI, investiu US$ 1 milhão para montar uma operação nos Estados Unidos.

A empresa brasileira, sediada em São Paulo, abriu dois escritórios na Flórida, um deles em Miami, onde ficará a operação administrativa, e outro em Orlando, onde ficará o operacional.

A decisão por dividir visa atender os clientes que a companhia já tem em Miami, ao mesmo tempo em que faz proveito dos incentivos que Orlando oferece para empresas de tecnologia (o estado da Flórida inteiro é um destino quente para empresas em debandada dos custos altos do Vale do Silício).

“Uma vez consolidada a nossa operação no Brasil, entendemos que era hora de alçar novos voos”, afirma Marco Romero, CEO e sócio da Taking. "Era uma demanda de nossos clientes. Agora, além de estarmos mais próximos deles, também poderemos crescer em um mercado com procura crescente por serviços de TI”, acrescenta Romero.

As operações norte-americanas serão lideradas por Alexandre Henrique Malimpensa. 

O executivo possui vasta experiência no setor financeiro, com passagens por instituições como Banco Itaú-Unibanco e Banco Rendimento e mora nos Estados Unidos há sete anos, atuando como consultor nos mercados de Oil&Gas e Varejo.

Atualmente, a empresa já oferece serviços para clientes brasileiros com operações na  América do Norte. Eles representam 5% da receita da consultoria e a meta é elevar esse percentual a 50% até 2023.  

A Taking tem 750 funcionários e uma carteira diversificada de clientes, incluindo nomes como Alelo,  Dasa, HDI Seguros e Anima Educação.

Veja também

CONSULTORIA
Taking agora tem head de agilidade

Márcio Vitale, que tem carreira como agile coach, chega para estruturar a área na empresa.

LHAMAS
Stefanini compra peruana Sapia

Empresa é um dos maiores players de tecnologia no Perú.

APORTE DA CHINA
Tecent investe na Omie

Omie não revela quanto foi, mas só a grife do novo investidor já conta muito.

CHEGADA
Startup russa de no code aposta no Brasil

Empresa oferece integrações com plataformas locais e presença nacional.

VAGAS
Zona Azul de São Paulo roda na Azure

Aplicativo da Estapar permite estacionar em 51 mil vagas na capital paulista.

BUNKER
Oracle: data center a prova de míssel em Israel

Novo centro de dados está a 50 metros de profundidade e aguenta um impacto direto.