Anitta subiu ao palco para falar sobre seu lado empreendedor no Universo Totvs. Foto: Baguete.

Anitta, cantora de 26 anos, quatro álbuns lançados e uma das febres recentes da música brasileira, tem um plano de longo prazo para sua carreira, mesmo que fora dos palcos. 

“Eu não penso em ser cantora por muito tempo. Eu penso que depois dos 30 eu já vou estar quase parando, diminuindo. Aí eu pretendo trabalhar com outros projetos que hoje eu dedico uma parte do meu tempo, como a área empresarial, de consultoria e criação para terceiros”, relata a cantora.

O planejamento do futuro profissional de Anitta é centralizado na Rodamoinho Produtora, empresa da qual é sócia ao lado de seu irmão, Renan Machado.

A fundação da companhia aconteceu após Anitta não encontrar em outras pessoas o modelo ideal que buscava para a gestão de sua carreira.

“Eu sou uma pessoa que vê muito na frente, eu faço planos que começam agora, mas já penso em como serão em cinco ou seis anos”, afirma a cantora, que subiu ao palco para falar sobre seu lado empreendedor no Universo Totvs, evento realizado nesta semana em São Paulo.

A solução foi encontrada na própria família, na figura do irmão, que passou a gerenciar junto com ela seus contratos, shows, gravações e pensar em outras possibilidades para a marca “Anitta”.

Além do trabalho com outros artistas, a empresa atua com novos produtos ligados ao nome da cantora.

“Meu produto do coração é o desenho Clube da Anittinha. Lançamos ele em outubro do ano passado, mas é algo que eu penso no boom para daqui cinco anos, então vamos subindo de degrauzinho em degrauzinho. Assim eu vou trabalhando os outros lados, por trás das cortinas, preparando a cama para esse momento”, completa.

A experiência de empresária fez Anitta utilizar lições aprendidas desde os 16 anos, quando cursou administração em uma escola técnica, incentivada pelo pai. 

Além de três anos de aula, ela foi estagiária da Vale do Rio Doce por um ano, mas desistiu da carreira administrativa no momento da efetivação pela vontade de trabalhar com música.

“Eu detestava, mas era boa aluna. Tudo que eu faço, mesmo que eu não goste, eu procuro fazer bem feito”, lembra.

Do período como estagiária, Anitta aplicou em sua atuação de liderança principalmente as lições sobre comportamento e relação com a equipe. Mas a experiência não preparou a cantora para a atuação no mercado artístico.

“Durante um ano, passaram muito a perna na gente em termos de custo e fomos muito enrolados, mas foi o período de aprendizagem, até que entendemos todas as artimanhas do mercado. Hoje é muito difícil alguém nos enganar”, dispara Anitta.

Atualmente a empresa atua como editora, produtora, consultoria e gestora de carreiras para outros artistas, além de englobar o trabalho artístico de Anitta com composição, roteiro e gravações.

“Como eu sou meu próprio produto, além de gerir tudo isso eu tenho que estar presente, mas agora, por exemplo, eu estou aqui com vocês ao invés de estar no escritório, então a minha empresa nesse momento é basicamente o meu telefone”, relata.

Para organizar a companhia, Anitta tem grupos no WhatsApp que representam cada sala do escritório. Assim, cada conversa é voltada para um setor, como música, imprensa, finanças e outros.

No futuro, a ideia é passar a dedicar mais tempo para a função empresarial.

“Hoje eu me considero 100% realizada e não me cobro mais. Costumo brincar que se eu quiser dormir agora e acordar daqui 10 anos eu ainda estou no lucro, mas acho que a gente não deve perder o estímulo de crescimento, então sigo arriscando e me colocando em novos desafios, mas sem pensar em frustração caso algo não ocorra exatamente como eu imaginava”, conclui a artista.

Anitta soma mais de 3 bilhões de visualizações em seus vídeos no Youtube e mais de 38 milhões de seguidores no Instagram. Além do sucesso no Brasil, a cantora já gravou com artistas internacionais como Madonna, J Balvin, Maluma e Major Lazer.

*Júlia Merker cobriu o Universo Totvs em São Paulo a convite da Totvs.