Loja da Paquetá.

Luiz Augusto Polacchini, ex-diretor financeiro da Gerdau, acaba de assumir um cargo de vice-presidente Administrativo e Financeiro na Paquetá, fabricante e varejista de calçados gaúcha.

A informação é de fontes de mercado e foi confirmada pelo Baguete.

Polacchini é um profissional experiente, com uma passagem de 30 anos na Gerdau encerrada em 2016. Na Paquetá, terá sob seu comando as áreas financeiro, controladoria, TI, RH e Jurídico.

Depois, o executivo assumiu a diretoria administrativo financeira da fabricante de armas Taurus, da qual renunciou em abril.

A Paquetá está atravessando um momento complicado (ainda que fácil em comparação com o da Taurus, que tem capital aberto e ainda não divulgou os resultados de 2017, em meio à crise e mudanças de executivos).

Em fevereiro, saiu da empresa Hermínio de Freitas, contratado pelas famílias donas da Paquetá para liderar a empresa em 2016.

A movimentação foi feita sem alarde e passou batida pela imprensa, com exceção deste observador site que vos serve.

No final de janeiro, dias ou semanas antes de Freitas sair da Paquetá, uma matéria na Zero Hora comemorava os resultados do CEO, enfatizando que o grupo gaúcho dava “sinais de ter passado o período mais duro da crise, quando precisou lidar com pesado endividamento”.   

Na ocasião, Freitas comenta planos de futuro para a companhia, incluindo um foco maior em redes de varejo voltadas às classes C e D como Gaston e Exposende.

Em 2017, o faturamento se manteve acima de R$ 2,2 bilhões, embora o número de colaboradores tenha encolhido de perto de 18 mil em 2015 para 15,5 mil. 

A Paquetá tem 246 lojas, entre próprias e franqueadas, oito unidades industriais, sendo duas no Rio Grande do Sul, quatro no Nordeste, uma na Argentina e uma na República Dominicana, onde também produz sob encomenda de grandes marcas globais, como Adidas e Asics. 

* Atualizada em 11/10, com informações da Paquetá sobre o cargo de Polacchini.