PEDIDOS

McDonald’s vende startup para IBM

28/10/2021 04:27

Dois hambúrgueres, alface, uma startup de IA com queijo e molho especial.

Startup embrulhada para levar. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

O McDonald’s vendeu para a IBM uma tecnologia de inteligência artificial para reconhecimento de voz adquirida pela gigante de fast food em 2019.

A ideia da cadeia de lanchonetes era embutir a tecnologia da startup Apprente no seu aplicativo e nos quiosques de autoatendimento. Parece que não é tão fácil assim. 

Em nota, o McDonald’s afirma que o trabalho com a tecnologia da Apprente gerou “benefícios substanciais para clientes e equipes”, mas que daqui para frente a expertise da IBM em construir soluções de atendimento ao cliente com AI e processamento de linguagem natural vai ajudar a escalar a tecnologia.

No caso, os desafios incluem a integração de linguagens adicionais, assim como sotaques e variações de menus. A tecnologia vai entrar no portfólio de inteligência artificial Watson, dentro da linha de atendimento ao cliente.

Isso parece fazer sentido, tendo em conta a estrutura do faturamento do McDonald’s, que foi de US$ 19,2 bilhões em 2020, sendo quase um terço só nos Estados Unidos. 

Assim, o desafio de fazer um roll out da tecnologia para, digamos, português brasileiro com sotaque carioca talvez não encontrem retorno nos ganhos de agilidade das lanchonetes do Rio de Janeiro.

A decisão do McDonald’s pode ser vista como um alerta sobre as dificuldades de desenvolver e integrar tecnologias para empresas nas quais essa não é a atividade fim, por mais que elas se apliquem ao core business da organização (estou pensando em você, Magazine Luiza).

Veja também

LANCHES
McDonald’s do Espírito Santo usa B1

Dois hambúrgueres, alface, queijo, molho especial, cebola, picles e um ERP da SAP.

DIAGNÓSTICO
Grupo Fleury tem novo diretor de tecnologia

Helio Matsumoto é um profissional experiente, com 30 anos de carreira.

PROCESSOS
Pipefy levanta mais US$ 75 milhões

Startup brasileira já está de olho em um IPO nos Estados Unidos.

AGULHAS
IBM: vacina é obrigatória nos EUA

Funcionários devem se vacinar até dezembro ou entrar em licença não remunerada.

ESTRATÉGIA
Toda grande empresa quer a sua Tech

 Mas será que sabem mesmo o que desejam?

ESCALAÇÃO
Kyndryl apresenta seu time no Brasil

Spin off da IBM tem Frank Koja à frente de uma equipe experiente vinda da Big Blue.