André Novo.

Tamanho da fonte: -A+A

André Novo, ex-diretor de vendas do SAS, acaba de assumir o cargo de country manager da multinacional de  soluções de análises de dados no Brasil.

Com a decisão, o SAS volta a ter um country manager no país, depois de ter eliminado a posição em agosto de 2020.

Desde então, dois diretores respondiam pelos negócios no país: o próprio Novo, que cuidava das áreas de  finanças e governo, e Luiz Riscado, com as vendas para telecomunicações, bancos e varejo. 

Ambos respondiam para Marvio Portela, vice-presidente executivo do SAS para América Latina. O SAS não chegou a esclarecer na sua nota sobre a promoção de Novo se Riscado assume todas as verticais a partir de agora, ou se será contratado um novo diretor.

“Acredito que o principal desafio desta nova posição será manter a evolução que o SAS Brasil vem apresentando nos últimos anos em termos de resultados e seguir com a evolução da equipe, principalmente com o retorno gradual ao modelo híbrido de trabalho”, afirma Novo.

O novo country manager aponta ainda que 2022 será um ano atípico, com uma eleição presidencial e uma Copa do Mundo.

“Isso fará com que, provavelmente, a gente tenha que entregar resultados de 12 meses em 9”, prevê Novo.

Novo tem mais de 35 anos de experiência no mercado de tecnologia, 13 dos quais dedicados ao SAS Brasil, onde foi diretor nos últimos três anos.

“Eu estive muito próximo da operação nesses últimos meses, mas com o arrefecimento da pandemia de COVID-19 e a retomada das atividades presenciais, a atuação do country manager será fundamental para a manutenção e evolução dos bons resultados”, explica Portela.

O SAS está no Brasil desde 1996, com escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.