Banco do Brasil, um cliente de grande porte. Foto: Divulgação.

A BriviaDez, agência digital sediada em Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre, venceu a licitação do Banco do Brasil para ações digitais, um contrato que pode chegar a R$ 200 milhões.

A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

O contrato pode chegar a R$ 40 milhões anuais, com duração de até cinco anos

De acordo com a publicação, a agência assumiu nesta semana a comunicação digital do banco, de redes sociais e monitoramento ao desenvolvimento de aplicativos ações e canais digitais.

O processo de escolha vinha rolando desde março. No começo do mês, a BriviaDez ficou entre as duas finalistas, junto com a Monumenta. 

Ficaram no caminho agências que são líderes no mercado de propaganda no país, como Digital, WMcCann, Lew Lara/TBWA, L2W3, Jotacom, Fields, FSB e Salt.

A BriviaDez tem 250 funcionários distribuídos em São Paulo, Porto Alegre, Novo Hamburgo, Florianópolis e Lisboa.

A empresa surgiu a partir da fusão de cinco companhias gaúchas do então emergente mercado de agências digitais em 2006.

Em 2008, a Brivia foi comprada pela grupo de comunicação GAD', com o qual permaneceu até 2012, quando os sócios recompraram o controle. 

Em 2018, a Brivia fez o movimento contrário: no lugar de ser comprada por uma agência, ela mesma comprou uma, fechando um acordo de fusão com a Dez, uma das agências de propaganda mais tradicionais do Rio Grande do Sul, dando origem à atual BriviaDez.