Ricardo Kalichsztein, CEO e fundador do BPC. Foto: Divulgação.

A fintech brasileira Bom Pra Crédito (BPC), que atua como marketplace de crédito online, recebeu um investimento de R$ 22 milhões liderado pela Innova Capital.  

O aporte foi acompanhado por Astella Investimentos e Ricardo Loureiro, ex-presidente do Serasa-Experian, que já haviam investido em rodadas anteriores.

A Bom Pra Crédito é uma plataforma de tecnologia que une credores e tomadores de empréstimos. Lançada no final 2013, a fintech conta com mais de 4,5 milhões de usuários e já intermediou cerca de R$ 300 milhões de empréstimos com mais de 30 parceiros que utilizam a plataforma. 

Ricardo Kalichsztein, CEO e fundador do BPC, explica que o investimento será usado para evolução da plataforma. 

“Vamos acompanhar as novas possibilidades que surgiram com a regulamentação do Bacen, além da evolução do desenvolvimento de tecnologia proprietária como serviços de scores, machine learning, inteligência artificial e informações alternativas para concessão de crédito, negociação de dívidas e prevenção de fraudes. Também vamos focar no aumento da oferta de produtos, que trarão ainda mais conveniência para o cliente”, destaca.

Para Raquel Silberberg Kryss, sócia da Innova Capital, o negócio apresenta alto potencial de crescimento.

“O mercado de crédito no Brasil movimenta mais de R$ 3 trilhões por ano e é altamente concentrado nos quatro maiores bancos. A relação crédito/PIB no Brasil é de apenas 47%, comparada a 202% nos EUA e, boa parte da população, não tem acesso a crédito. É um mercado com grande capacidade de expansão nos próximos anos”, ressalta.

Kalichsztein completa que o atual investimento impõe metas importantes para a BPC. 

“Queremos crescer mais de 30 vezes em 4 anos, atingindo R$ 10 bi de crédito intermediado e servindo a mais de 22 milhões de brasileiros”, finaliza.