Caminhonetas da Toyota são resistentes, o problema são os sistemas. Foto: Pixabay.

Hackers invadiram os sistemas da Toyota na sede da montadora no Japão, roubando dados relacionados a uma série de subsidiárias da empresas focadas em vendas em todo o país.

De acordo com a companhia, os servidores invadidos tinham armazenadas informações de 3,1 milhões de clientes. A empresa ainda está investigando se dados foram roubados ou não.

Dados financeiros não estavam nos servidores invadidos, garante a empresa, que não disse que tipos de dados podem ter sido copiados.

Esse é o segundo incidente de segurança afetando a Toyota no que vai de ano. Em fevereiro, um ataque similar afetou a filial na Austrália.

O ataque australiano foi mais grave, impossibilitando a empresa de gerenciar vendas e entregas.

Alguns analistas apontam como possíveis culpados o grupo de hackers vietnamitas APT32 (OceanLotus), que costumam atacar players da indústria automotiva. Os dois ataques estariam relacionados.