Marcelo Souccar. Foto: divulgação.

A Totvs anunciou nesta quinta-feira, 04, Marcelo Souccar, que até então comandava os segmentos de Saúde, Serviços e Jurídico da empresa, como novo gerente para mercado internacional.

O executivo terá como desafio reforçar a presença da companhia nas Américas, impulsionando produtos de ERP da companhia, assim como outras partes do portfólio como o Fluig e Totvs Smart Analytics.

De acordo com Souccar, a empresa ampliará seu foco nas regiões de Monterrey e Guadalajara, no México, assim como intensificará esforços na Colômbia e na Argentina. O plano é também incrementar sua penetração com mais canais e parceiros de negócios.

Hoje, as vendas fora do país ainda são uma fatia insignificante do negócio Totvs. Em 2014, a companhia inclusive informou a investidores que havia desistido da sua meta de ter vendas fora do país representando entre 3% e 5% da receita até o final de 2016. Contudo, a confiança continua.

"Superamos diferentes momentos desde que ingressamos no mercado internacional e acreditamos no crescimento da América Latina como um todo”, afirma Souccar.

Souccar ingressou na companhia há sete anos como gerente sênior de Estratégia de Soluções para o segmento Jurídico. Dois anos depois, assumiu a área de Alianças de Software e Serviços, onde atuou até ser promovido a diretor.

Em 2012, passou a comandar a área de produto do Mercado Internacional, sendo responsável, inclusive, pelo Centro de Desenvolvimento da Totvs em Querétaro, no México, onde são realizadas todas as localizações dos produtos da companhia para a América Latina. Na mesma época, assumiu os segmentos de Saúde, Serviços e Jurídico.

Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Souccar cursou MBA em Tecnologia da Informação na Fundação Instituto de Administração (FIA), ligada à Faculdade de Economia e Administração (FEA), da Universidade de São Paulo (USP).

Hoje a Totvs está presente em 41 países, incluindo sete unidades próprias (Argentina, México, Colômbia, EUA, Portugal e China) e cinco centros de desenvolvimento (Estados Unidos, México, China e Taiwan). As operações internacionais somam mais de 500 funcionários, entre diretos e indiretos.