Luiz Mattar, CEO e cofundador da Tivit. Foto: Divulgação.

A Tivit, multinacional brasileira de soluções digitais, anunciou um investimento de R$ 20 milhões na criação do Tivit Labs, seu hub de inovação com espaço físico a ser inaugurado em dezembro deste ano.

O hub ocupará um andar de um prédio localizado na região da Berrini, em São Paulo, a poucos quilômetros da sede da empresa, em Pinheiros. Ele receberá mais de 70 profissionais, sendo que 40 deles ainda estão em processo de contratação. 

Segundo a empresa, espaço reunirá profissionais especializados em desenvolvimento ágil, desenvolvimento de produtos digitais, espaço para meetups, hackathons e seminários, além de um coworking que receberá as startups investidas pela Tivit, clientes e parceiros.

“O Tivit Labs traz nossos clientes para ainda mais perto de nós e será um espaço de desenvolvimento de soluções para que as empresas sejam mais digitais, eficientes e competitivas”, ressalta Luiz Mattar, CEO e cofundador da Tivit. 

Diferentemente das unidades de negócio, que atuam de forma independente, o Labs deve interagir com a companhia como um todo para acelerar a criação de novos produtos e soluções, por meio de experimentos com a finalidade de transformar hipóteses em teses que apoiem a companhia a solucionar desafios de negócios dos clientes.

“O Labs funciona como uma startup que tem como foco olhar para as tendências e resolver problemas de clientes da Tivit de forma ágil e flexível”, explica George Bem, CTO e diretor de inovação da Tivit.

A companhia também pretende usar o hub como um centro de treinamento e desenvolvimento de desenvolvedores, engenheiros e outros profissionais de TI, dando prioridade à atração e retenção de talentos. 

Isso será feito através de programas de upskilling e reskilling para profissionais da própria Tivit, além de turmas para a formação técnica de profissionais de fora da empresa que queiram se tornar desenvolvedores.

O projeto do Tivit Labs teve início em fevereiro de 2020 e, durante a pandemia, a equipe entregou trabalhos e participou de desafios que aplicam tecnologias no combate ao novo coronavírus.

Entre eles, estão a experimentação com inteligência artificial para o diagnóstico da Covid-19 e o desenvolvimento de uma plataforma de atendimento médico remoto junto à Secretaria de Saúde de Indaiatuba, com um sistema de auto triagem on-line para evitar a ida desnecessária aos hospitais.

Além disso, o time do Labs também criou um hub de conteúdo para o Hospital Israelita Albert Einstein voltado a médicos com informações sobre a pandemia.

Presente no mercado há 20 anos, a Tivit conta com 6,4 mil funcionários e opera em dez países da América Latina com cinco linhas de negócios: digital business, cloud solutions, digital payments, tech platforms e cybersecurity.