Michel Medeiros.

A Soluti, empresa paulista de segurança e certificação digital, acaba de anunciar comprou a unidade de negócios de certificação digital da multinacional americana DocuSign no Brasil. 

O valor da compra não foi revelado. De acordo com nota da Soluti, o negócio transforma a empresa na segunda maior autoridade certificadora do país, com 15% de participação de mercado.

A compra agrega 11 unidades e 80 funcionários espalhados pelo Rio Grande do Norte, Sergipe, Pernambuco, Bahia, Ceará, Piauí e Paraná, além de São Paulo. O número de pontos de atendimento dobra, para 1,8 mil.

“Além de ganhar mais capilaridade, com esta aquisição, a Soluti fortalece a sua presença em São Paulo, notadamente o mercado de segurança digital mais movimentado do país”, afirma Michel Medeiros, CEO da Soluti. 

São Paulo representa mais de 20% das validações de certificados digitais e é um dos principais alvos da Soluti para atingir a meta de 40% de crescimento esse ano.

Especializada em gestão de transações digitais e assinatura eletrônica, a DocuSign entrou no mercado brasileiro de certificados digitais em 2014, através da aquisição da Comprova.com. Na época, a companhia adquirida tinha clientes como Santander, JP Morgan, Liberty, Marítima Seguros.

“Nos últimos dois anos, com o objetivo de ampliar a nossa rede de atuação, investimos na aquisição de sete empresas sinérgicas ao nosso negócio. Novas aquisições estão em nosso radar, ainda neste ano”, revela Vinícius Sousa, presidente do conselho administrativo da Soluti.

De acordo com dados da  Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD) R$ 6,6 trilhões por anos são transacionados por ano usando certificados digitais no Brasil.

Desse total, 90% está em mãos de Certisign, Serasa, Valid, Boa Vista, Soluti e ACBr.