Eduardo Navarro. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Positivo, fabricante brasileira de PCs e celulares, anunciou Eduardo Navarro como vice-presidente de novos negócios e estratégia, um novo cargo da empresa.

Navarro vem da McKinsey, empresa de consultoria e serviços empresariais, onde atuou por três anos e co-liderou o escritório da companhia. Antes, trabalhou na KPMG, outra grande consultoria de gestão, como head de crescimento.

O profissional é formado em Management na Universidade de Bristol, na Inglaterra e tem MBA pela Fundação Getúlio Vargas. 

“A criação da vice-presidência vai impactar favoravelmente os negócios ao ampliar a governança e abrir oportunidades para inovarmos cada vez mais”, afirma Navarro.

A Positivo fechou o ano passado com uma receita bruta de R$ 4 bilhões, um crescimento de 54% e um resultado do tipo que a fabricante de hardware brasileira não via há muito tempo, embalado em parte pela alta de demanda por computadores durante a pandemia do coronavírus.

Fundada em 1989 em Curitiba, a Positivo fabrica computadores, notebooks, desktops e smartphones entre outros eletrônicos.