Baguete
InícioNotícias> Atos: nuvem com Ustore

Tamanho da fonte:-A+A

PARCERIA

Atos: nuvem com Ustore

Maurício Renner
// segunda, 13/11/2017 12:52

A Atos, gigante francesa de serviços de TI, fechou um acordo com a startup pernambucana de infraestrutura Ustore para lançar um serviço de nuvem.

Nelson Campelo e Ricardo Munhoz.

Com a parceria, a Atos vai usar tecnologia da Ustore para fazer o gerenciamento de diferentes ambientes de TI dos seus clientes, incluindo infraestrutura local, na nuvem, virtualização, armazenamento e gestão de redes definidas por software.

“Essa parceria posiciona a Atos como um player relevante no mercado de serviços de Cloud no Brasil. Sabemos que atualmente a jornada de migração para a nuvem é um dos maiores desafios das empresas, e que a questão das estruturas legadas pode ser um obstáculo”, destaca Ricardo Munhoz, diretor de Mercados da Atos.

O acordo é válido para o mercado da América do Sul e reforça o posicionamento de mercado da Ustore, que já tem parcerias similares com a Algar e a Rede Nacional de Pesquisa, que usam a tecnologia da empresa para viabilizar suas ofertas “multicloud”.

“Com essa parceria com a Atos, a Ustore consolida sua liderança como fornecedor independente de plataformas que viabilizam a implementação de ambientes de nuvem”, comenta Nelson Campelo, CEO da Ustore. 

Startups dessa área estão em alta e sendo assediadas por grandes empresas. No ano passado, a UOLDiveo adquiriu a Dualtec foi uma das primeiras empresas no Brasil a se posicionar como uma “cloud broker” e uma referência em OpenStack. 

A Tivit fez um movimento igual, comprando a startup mineira One Cloud.

A Ustore, no entanto, conseguiu se manter independente, fechando acordos com diferentes players.

Fundada em 2007, a Ustore criou uma tecnologia para armazenamento de grandes volumes de dados, desestruturados e indexados em nuvens distribuídas, baseados numa infraestrutura criada na plataforma open source OpenStack.

A empresa deu um salto em 2015, quando recebeu um investimento de Nelson Campelo, ex-country manager da Avaya e Head Business Solutions para América Latina da Nokia Siemens Networks e de Fabiana Falcone, executiva que havia trabalhado com Campelo na Avaya como gerente de contas sênior e acumula passagens pelas áreas de vendas de empresas como ZTE, Cisco, Huawei e Nortel.

Depois do aporte, Campelo se tornou CEO do negócio e Fabiana assumiu a área comercial.

Criada em 2007 por um doutorado em Segurança de Sistemas na Universidade Federal de Pernambuco como um player nacional focado em fornecer software para administrar storage na nuvem.

Com esse foco, a empresa faturou R$ 1,8 milhão em 2013 e esperava fechar 2014 com R$ 5 milhões. 

Maurício Renner