MOVIMENTOS

Lombardi assume MicroStrategy na América Latina

17/05/2022 11:46

Executivo argentino controla também a operação no Brasil. 

Luis Lombardi. Foto: Divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

Luis Lombardi, ex-country manager da MicroStrategy na Argentina, acaba de assumir o comando da multinacional de soluções de Business Intelligence na América Latina.

A nova posição inclui o Brasil, onde a Microstrategy não tem mais um country manager desde 2020.

O comando da operação brasileira estava desde então nas mãos de Diego Keller, um executivo baseado em Miami que comandava os negócios na América Latina.

Keller está assumindo agora a posição de vice-presidente da MicroStrategy para a América do Norte.

Lombardi está há três anos na Microstrategy, tendo vindo da Oracle, onde era diretor de vendas regionais.

O executivo está na terceira passagem pela Microstrategy, onde já havia atuado nas áreas de vendas entre 1999 e 2005 e 2012 e 2013.

Em nota, a Microstrategy afirma que a gestão de Lombardi na Argentina levou o país a ser “um dos destaques em vendas na região”.

A Microstrategy está há mais de duas décadas no Brasil, onde tem clientes importantes como Assaí, Banco Bmg, Centauro, Banco Carrefour e Unimed-Rio.

Fundada em 1989, a MicroStrategy faz parte da primeira geração de empresas de Business Intelligence, junto com Business Objects e Cognos.

Mas, enquanto a Cognos e a Business Objects foram compradas por IBM e SAP, a MicroStrategy seguiu uma empresa independente.

Nos últimos anos, a MicroStrategy não vai muito bem. A receita teve um pico de US$ 580 milhões em 2014 e tem girado nessa faixa desde então, tendo ficado em US$ 511 milhões em 2021, no que foi o melhor resultado em cinco anos.

De uns tempos para cá, a Microstrategy tem chamado mais a atenção pela sua aposta forte em criptomoedas.

Ainda em março, a empresa tomou um empréstimo de US$ 205 milhões para comprar bitcoins, chegando a uma posição total de US$ 3,8 bilhões.

Veja também

RUMOS
Oliveira, ex-MicroStrategy, é CEO da SRM XR

Empresa é uma das maiores na área de operações de crédito no Brasil.

CRIPTO
MicroStrategy joga alto com bitcoin

Empresa de BI acaba de comprar US$ 1 bilhão na moeda digital.

CONTRATAÇÃO
Semantix tem novo VP de Pessoas e Desempenho

Mathias Rech tem passagens por iFood, Kraft Heinz e DIAM Group.

CONTRATAÇÃO
Zendesk contrata ex-Siemens

Allyson de Faria tem também uma passagem de 11 anos pela IBM.

CRÉDITO
Boa Vista: dados no Google Cloud

Gigante de análise de crédito vai colocar 100% das suas informações na nuvem.

ADEUS
IBM vende unidade Watson Health

Gigante não conseguiu emplacar soluções de big data no setor de saúde.