DÉBITO OU CRÉDITO?

Mastercard permite pagamentos com sorrisos e acenos

19/05/2022 16:52

A companhia está utilizando a solução da Payface em projeto de reconhecimento facial.

Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Mastercard anunciou um sistema de pagamento em que o cliente sorri e acena as mãos para uma câmera no caixa com a solução da Payface, startup catarinense de pagamentos por reconhecimento facial.

Antes de realizar as compras, o consumidor deverá escanear seu rosto usando o aplicativo do estabelecimento em questão e vincular sua imagem a um cartão de banco para, assim, realizar pagamentos sem a necessidade do smartphone, cartão ou senha.

Já os estabelecimentos contarão com o aplicativo da Payface, fintech que faz parte do Start Path, um programa de aceleração de empresas da Mastercard, desde janeiro deste ano.

Batizado de “Checkout Biométrico", o projeto está em fase de testes em cinco lojas da franquia de supermercados St. Marche, em São Paulo. 

O Brasil é o primeiro país a testar a nova funcionalidade, mas segundo o site Business Insider, a companhia espera lançar o programa globalmente em lojas de todos os tamanhos.

“A forma como pagamos precisa acompanhar a forma como vivemos, trabalhamos e fazemos negócios, oferecendo opções aos consumidores com os mais altos níveis de segurança”, afirmou Ajay Bhalla, presidente de Cyber ​​& Intelligence da Mastercard. 

A Payface foi fundada em 2018, em Florianópolis, e conecta por biometria facial o rosto de cada usuário com os mais diferentes meios de pagamento utilizados por varejistas, como cartões de crédito, private labels, wallets, adquirentes, subadquirentes e gateways de pagamento.

Em 2020, a startup captou R$ 3 milhões em rodada seed liderada pela empresa BRQ Digital Solutions, o fundo Next A&M e a aceleradora Darwin Startups. A fintech também já havia recebido R$ 400 mil da Darwin Startups em 2019.

Além do projeto da Mastercard, a Payface chegou à final do programa de aceleração da Qatar Fintech Hub (QFTH), co-fundado pelo Qatar Development Bank (QDB), em 2020. 

A startup já tem projetos implementados em varejistas dos estados de Santa Catarina, Bahia, Paraná, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Dois clientes de peso são a Super Muffato, grupo paranaense de supermercados, e a Angeloni, a maior rede de Santa Catarina.

Veja também

CENTRO-OESTE
Sonda vence licitação de R$ 887 mi no MS

A empresa vai implantar 7 mil quilômetros de rede de fibra óptica no estado.

ARTE
Weplay: streaming de shows brasileiros

Startup quer explorar o catálogo de shows de artistas nacionais.

SEGURANÇA
PagSeguro é condenado a indenizar cliente

Vítima teve o celular roubado e bandidos conseguiram sacar R$ 9,9 mil do app.

MODA
Tommy Hilfiger: projeto no Metaverso com Capgemini

A marca americana criou uma convenção nacional de vendas no ambiente virtual.

DISTRIBUIÇÃO
Ingram Micro tem nova diretora financeira

Amanda Oliveira será responsável pela nova linha de crédito da companhia aos parceiros.

OPORTUNIDADE
Petrobras busca startups

Edital com inscrições abertas tem investimento total de R$ 20 milhões.