Guilherme Tossulino (Softplan), Jéferson de Castilhos, Jaison Niehues (1Doc) e Gabriela Tamura (WeGov).

A Softplan acaba de investir em duas startups de Florianópolis. As empresa 1Doc e WeGov são as primeiras a receber aportes da companhia na área de inovação em gestão pública.

O modelo de investimento é o de corporate venture, que mantém os empreendedores no negócio com o apoio da força de vendas, canais, marca e conhecimento de negócio. 

O valor dos aportes não foi divulgado, mas envolve investimento financeiro da Softplan em troca de participação nos negócios. 

"Nossa estratégia de crescimento apoiada na inovação aberta tem como objetivo diversificar o portfólio de soluções com startups que possam complementar as ofertas atuais ou acessar novos mercados estratégicos para a Softplan", resume Moacir Marafon, sócio-fundador e diretor da Unidade de Gestão Pública. 

As startups estão incubadas na nova sede da Softplan, inaugurada há um ano no Sapiens Parque. A expectativa é que novos investimentos sejam realizados nos próximos meses. 

Fundada em 2011, a WeGov busca promover a aproximação interinstitucional entre os agentes públicos, além de destacar ações que possam ser replicadas em todos as esferas e poderes.

A aproximação com a Softplan aconteceu quando a companhia se tornou uma das parceiras e patrocinadoras da primeira edição do HubGov, um programa de inovação em governo que disseminou práticas, ferramentas e técnicas voltadas para superar desafios em 14 instituições baseadas em Santa Catarina.

"O aporte da Softplan na WeGov permitirá que a empresa possa ampliar e concentrar seus esforços na entrega dos serviços e soluções para o agente público", explica Gabriela Tamura, diretora administrativa. 

Com o investimento, a WeGov ampliará em 2018 o HubGov, realizando o programa em mais quatro estados. A empresa pretende ainda desenvolver uma plataforma tecnológica que reunirá em uma comunidade virtual os inovadores do setor público brasileiro.

Antes da WeGov, Gabriela atuou por 10 anos na Cetem-SC, como coordenadora de cursos e eventos, quando organizou cursos de capacitação para servidores públicos em áreas como folha de pagamento, contabilidade pública, gestão de recursos humanos, previdência, e outras.

Já o investimento na 1Doc está diretamente ligado à estratégia de expansão da Softplan no segmento de pequenas e médias prefeituras com um sistema de gestão de processos digitais, ouvidorias virtuais e comunicação interna. 

A 1Doc desenvolve uma plataforma web de comunicação, atendimento e gestão documental para órgãos públicos. Com a força de vendas e os canais da Softplan, a expectativa é alcançar até o fim de 2018 mais de 130 órgãos do país, especialmente prefeituras municipais. 

"Essa parceria une a experiência da Softplan com a metodologia da 1Doc, que ajuda milhares de servidores públicos a se comunicarem e atenderem melhor o público", explica Jaison Niehues, cofundador e diretor técnico da 1Doc.

O executivo também é fundador da Intelio, que atua na estruturação de presença digital para empresas, com desenvolvimento e marketing online. A 1Doc também tem Jéferson Castilhos como co-fundador. Ele já foi diretor executivo do gBolso e diretor geral de informações e sistemas da Prefeitura Municipal de São José.

A Softplan, de Santa Catarina, tem cerca de 1,5 mil colaboradores. A empresa atua há 27 anos no desenvolvimento de softwares de gestão empresarial e gestão pública.