AGLOMERAÇÕES

Futurecom deve acontecer em 2021

25/01/2021 11:18

Um dos maiores eventos de tecnologia do país tem datas marcadas. Vai dar?

Público nos corredores da Futurecom. Possível em 2021? Foto: DIvulgaçao.

Tamanho da fonte: -A+A

A Futurecom, feira de telecomunicações que é um dos maiores eventos de tecnologia do país, deve acontecer na sua versão presencial em 2021, entre os dias 5 a 7 de outubro.

Pelo menos, é o que garante a organização da feira, que divulgou as novas datas da 22ª edição, a ser realizada no São Paulo Expo.

Se o evento vai acontecer ou não, depende da evolução do coronavírus no Brasil.

O Futurecom é um evento para 30 mil visitantes, que atrai pessoas de todo o Brasil e algumas de fora do país, o que torna a realização uma tarefa complexa em um cenário de pandemia.

Hoje o estado de São Paulo regula todo o funcionamento do comércio e de eventos em um sistema de bandeiras, com cinco fases diferentes.

Na fase vermelha, na qual boa parte do estado se encontra no momento, eventos estão simplesmente proibidos.

Na fase laranja, a segunda mais restritiva, hoje em vigência na capital, os eventos e convenções podem ocorrer apenas com ocupação máxima de 40% da capacidade do local, por até oito horas, entre 6h e 20h.

Estão previstas também outras medidas, como obrigação de controle de acesso, hora marcada, assentos marcados e proibição de atividades com público em pé.

A fase menos restritiva, chamada de verde, exige que a fase anterior tenha durado pelo menos 28 dias consecutivos e prevê limitação de 60% na capacidade, mas retira as restrições sobre público de pé.

As fases mais restritivas basicamente inviabilizam uma feira como a Futurecom, no qual o conteúdo de palestras é só uma parte do atrativo, complementada por encontros casuais gerados pela circulação entre os diferentes estandes.

A aposta da organização, portanto, parece ser que até outubro o cenário no Brasil esteja totalmente normalizado e que será possível fazer a feira sem maiores restrições.

Como tudo em relação ao coronavírus, é uma aposta. No ano passado, a Futurecom anunciou datas em maio, para acabar tendo que cancelar a feira no final de julho.

Outros organizadores de eventos preferiram não arriscar. A SAP, por exemplo, decidiu que não vai realizar eventos com participação física em 2021, seguindo o exemplo do que já foi feito no ano passado.

Em um documento interno distribuído a parceiros ao qual a reportagem do Baguete teve acesso, a SAP cita diretamente o cancelamento do Sapphire Now, sua maior conferência anual, realizada em Orlando, na Flórida, e os eventos SAP Now, a conferência regional que tem uma edição no Brasil.

A diferença, é claro, é que a organização de eventos não é a atividade fim da SAP, mas uma estratégia de marketing entre outras.  

A Futurecom organizou uma versão digital em 2020, mas foi uma alternativa em um ano de crise e talvez não seja um posicionamento sustentável no longo prazo.

Também há exemplos de eventos bem sucedidos organizados na pandemia.

É o caso da Mercopar, feira de tecnologia para indústria realizada em Caxias do Sul em novembro.

Um dos poucos grandes eventos a acontecer em 2020 mesmo com o coronavírus, a feira atraiu 7.184 visitantes presenciais, pouco mais de um terço dos 16,5 mil do ano passado. 

Os negócios não sofreram, no entanto: eles chegaram a R$ 78 milhões, um crescimento de 20% em relação ao ano anterior.

Veja também

IMAGEM
Covid deixa autoestima da TI em alta

Pesquisa da Citrix mostra que 91% acredita que o departamento está mais valorizado do que nunca.

PANDEMIA
SAP: grandes eventos em 2021, só no digital

Multinacional alemã avisa parceiros que a estratégia de eventos digitais será mantida.

ADEUS
Relembre 2020, se você é corajoso o bastante

A retrospectiva de um ano que não será esquecido: coronavírus, novo normal, ransomware, grandes negócios e mais.

EVENTO
NurnbergMesse Brasil adota B1

Operação brasileira da gigante alemã de feiras adota ERP com B2finance.

CONTAS
Web Summit custa R$ 30 milhões

Porto Alegre e Rio de Janeiro disputam o evento. Quem vai pagar a conta não está claro.

EVENTOS
Quem leva o Web Summit: Porto Alegre ou Rio de Janeiro?

Um dos maiores eventos do mercado digital mundial virá para o Brasil em 2022. Gaúchos parecem sair na frente.

CASE
Como o Uruguai está vencendo o coronavírus

País teve poucas mortes por uma combinação de testes e tecnologia, com destaque para um aplicativo de celular.

LADO POSITIVO
Coronavírus foi bom para os CIOs?

Grandes migrações para home office ajudaram TI a se aproximar dos CEOs, afirma o Gartner.