Eduardo Carone, sócio-fundador e CEO da Atlas. Foto: Divulgação.

A Atlas Governance, solução focada na automatização da gestão de conselhos e comitês, realizou uma segunda rodada de investimentos para a expansão de seu portal.

O valor, de aproximadamente R$ 1,5 milhão, foi captado de um grupo formado por 21 investidores, entre eles, Leonardo Pereira (ex-presidente da CVM), Wilson Amaral (ex-CEO da Gafisa), Paulo Camargo (CEO do McDonalds America Latina), Diego Stark (Managing Director do fundo Southern Cross) e Julio Sergio Cardozo (ex-CEO Ernest & Young). 

Os recursos serão destinados para ampliação da equipe, criação de novos produtos e estratégias de retenção de customer success,.

Em um ano de operação, a empresa conquistou 35 clientes de grande porte e tem a expectativa de chegar a mais de 180 empresas atendidas até o final de 2019.

“Nosso software permite que as informações possam ser acessadas instantaneamente em qualquer dispositivo, a qualquer hora e em qualquer lugar. Nós automatizamos e trazemos agilidade à gestão e administração de toda a rotina de conselhos e comitês, desde o agendamento da reunião até o monitoramento da implementação do que foi nela decidido”, destaca Eduardo Carone, sócio-fundador e CEO da Atlas.

A empresa atende nomes como Riachuelo, Cyrela, Shopping Iguatemi, CVC Turismo, Even, Triunfo Participações, Direcional Engenharia e Hospital Sabará.

A solução, baseada em nuvem, tem seus dados criptografados no ambiente da Microsoft Azure Cloud Computing .

Os pacotes de uso partem de R$ 24 mil ao ano para um grupo de 25 usuários.

A Atlas foi criada pela Nexto Investimentos, empresa focada em consultoria para conselhos de administração, a partir da fundação de um braço de tecnologia para software.

Eduardo Carone, que lidera as duas iniciativas, participa do conselho de diversas empresas ao prestar serviços com a companhia, como Benner Sistemas, Enfil e Entreposto.