BACKUP

Fundação CASA: gestão de dados com Veritas

29/09/2021 15:48

A Brasoftware implementou dois dos produtos da multinacional na instituição.

Fundação CASA em São Paulo. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente de São Paulo (Fundação CASA/SP) adotou soluções da Veritas, multinacional de soluções de backup e segurança, com implantação da Brasoftware, uma das maiores integradoras de tecnologia do país.

Nos últimos 15 anos, o volume de dados da instituição passou de 300 GB para quase 100 TB, o que tornou a gestão de proteção dos dados cada vez mais complexa, com dados e informações fragmentadas em diferentes locais, plataformas e aplicativos.

Além disso, a fundação buscava por maior granularidade de dados, economia de espaço em disco e redução de custo com o gerenciamento da solução. 

Assim, a escolha foi pela solução Veritas NetBackup e pela Veritas Enterprise Vault, focada em insights para gerenciamento de arquivos.

"Em tempos de LGPD, conseguimos trazer mais fluidez, transparência e segurança aos processos envolvendo todos os dados institucionais”, diz Julio Signorini, CIO da Fundação CASA/SP.

A implementação da solução precisava ser realizada em um curto período e os especialistas da Brasoftware, além de ajustarem toda a infraestrutura da organização ao projeto, também fizeram a passagem de conhecimento para a equipe de TI da instituição, com objetivo de qualificá-los na gestão do ambiente.

“Tivemos de entender a necessidade do cliente para fazer o trabalho de forma gradativa, minimizar os impactos e garantir aos usuários acesso às informações durante o período em que fazíamos a migração da solução”, conta Rodrigo Vieira, gerente de serviços da Brasoftware. 

De acordo com o gerente, manter a integridade dos dados com duas soluções rodando ao mesmo tempo foi um dos maiores desafios, devido ao compartilhamento do hardware entre si. 

“É como se trocássemos a roda de um carro em movimento, mas contamos com especialistas qualificados para atuar em um cenário crítico como esse e a parceria com a Veritas felizmente culminou em um ambiente muito mais seguro e produtivo para nosso cliente”, afirma Vieira.

Segundo Odenilson Bonfim, gerente de infraestrutura e segurança da Fundação CASA/SP, o projeto trouxe previsibilidade de custos de armazenamento e possibilidade de expansão para ambiente híbrido, com possibilidade de fácil escalonamento e otimização das operações focado nas melhorias de níveis de proteção dos sistemas físicos, virtuais e nuvem.

Além disso, as soluções têm recursos como classificação e aprendizagem de máquina, por meio de padrões pré-configurados e políticas para rápida identificação do conteúdo dos dados, possibilitando uma gestão unificada e maior segurança das informações.

Até 2006 conhecida como Febem, a Fundação CASA presta anualmente assistência a cerca de 19,5 mil jovens entre 12 a 21 anos incompletos em todo o estado de São Paulo, executando as medidas socioeducativas de restrição.

Fundada em 1987 e com escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Porto Alegre e Brasília, a Brasoftware trabalha com uma longa lista de fornecedores, incluindo Microsoft, Autodesk, Adobe, Citrix, Broadcom, Arcserve, Corel, ForcePoint, Kaspersky, McAfee, PaloAlto, Snow, Veeam, Veritas, VMware, entre outras.

Em 2020, a companhia obteve o faturamento de R$ 1,9 bilhão, uma alta de 34% frente aos resultados de 2019.

A Veritas detém 24% do mercado de backup e recuperação de dados no Brasil, segundo dados do Gartner, atendendo 5 mil clientes no país.

Veja também

SEGURANÇA
RS: 70% das empresas são vulneráveis

Netfive fez um estudo com 100 empresas médias e grandes no estado.

SEGURANÇA
Prefeituras sofrem “epidemia” de ataques cibernéticos

Mais de 30 municípios registraram incidentes desde o final do ano passado.

PREFEITURAS
Taboão da Serra fora do ar

Cidade de 300 mil habitantes da região metropolitana de São Paulo é vítima de ransomware.

PROJETOS
Falconi terá negócio de segurança da informação

Gigante de consultoria fareja oportunidade de mercado em meio a onda de ataques.

SEGURANÇA
Site expõe 426 milhões de dados pessoais

Segundo a Psafe, a base de dados pode estar ligada a empresas de telecomunicação.

PROCESSOS
Servidores fraudam RH da Secretaria da Fazenda

Modernização no sistema revelou esquema que desviou R$ 2 milhões.