Marco DeMello, fundador e CEO da PSafe. Foto: Divulgação.

A PSafe, desenvolvedora brasileira de soluções de segurança móvel, recebeu umaporte de US$ 30 milhões dos fundos de investimento Redpoint, eVentures, Pinnacle Ventures, Redpoint eventures e da empresa de segurança chinesa Qihoo 360. 

Segundo a empresa, a captação de recursos faz da PSafe a primeira companhia latino-americana de apps móveis a alcançar um valor de mercado superior a R$ 1 bilhão.

O foco da PSafe com o investimento será o desenvolvimento de novas soluções, além da expansão da companhia com a abertura de seu primeiro escritório no México, o que deve acontecer até setembro.

"Este investimento adicional é um enorme voto de confiança na visão da PSafe em proporcionar uma internet segura e com privacidade a todos usuários mobile, em qualquer lugar e a qualquer momento", afirma Marco DeMello, fundador e CEO da companhia.

No início do ano, a PSafe anunciou que vai investir R$ 50 milhões ao longo dos próximos dois anos para a sua expansão internacional. O movimento é focado na América Latina, tendo México, Colômbia, Chile e Argentina como principais alvos. 

Até dezembro deste ano, a empresa espera ter pelo menos 25 milhões de usuários na América Latina, sem contar o Brasil. Por aqui, a PSafe tem mais de 28 milhões de usuários e projeta fechar o ano com 55 milhões.